You are currently viewing Plínio Valério questiona ato paraquedista que semeou na Amazônia: ‘Ação poderia ser realizada em países que precisam de reflorestamento’

Plínio Valério questiona ato paraquedista que semeou na Amazônia: ‘Ação poderia ser realizada em países que precisam de reflorestamento’

Plínio Valério questiona ato paraquedista que semeou na Amazônia: ‘Ação poderia ser realizada em países que precisam de reflorestamento’

Na sessão desta terça-feira (29), o senador Plínio Valério (PSDB-AM) questionou a ação de um paraquedista que semeou 100 milhões de sementes na floresta Amazônica. As imagens de “curioso impacto midiático” foram exibidas no programa dominical do Luciano Huck, da TV Globo. Na avaliação do senador, não faz sentido reflorestar o estado mais preservado do Brasil “que tem 97% da sua floresta em pé, mantida em suas condições originais”.

Anúncios

O parlamentar amazonense disse que a ideia é salutar, mas que poderia ser aplicada em regiões que precisam de recuperação, como nas nações que estão preocupadas com a situação da Amazônia e que realmente precisam de reflorestamento. “Dessa forma, a próxima etapa do programa semear aeronáutico poderia cobrir a Noruega, que só preserva 1,3% de sua floresta natural”, afirmou Plínio Valério, mencionando também a Alemanha e a França.

“Respeito a competência profissional de Luciano Huck, assim como reconheço que ele tem boas ideias. No que se refere à cobertura florestal na Amazônia, porém, seria aconselhável que essas ideias fossem levadas a regiões ou a países inteiros que têm mais necessidade do que nós de utilizá-las. Cuidem de quem precisa, que nós, amazonenses, sabemos cuidar”, afirmou o senador.

Deixe um comentário