PLs concedem títulos de ‘Cidadão do Amazonas’ para Whindersson Nunes, Gusttavo Lima e Tirullipa

PLs concedem títulos de ‘Cidadão do Amazonas’ para Whindersson Nunes, Gusttavo Lima e Tirullipa

PLs concedem títulos de ‘Cidadão do Amazonas’ para Whindersson Nunes, Gusttavo Lima e Tirullipa

Está em tramitação na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM) três Projetos de Lei (PL) do deputado estadual, Cabo Maciel (PL) que propõem títulos de cidadão do Amazonas, aos artistas Whindersson Nunes, Gusttavo Lima e Tirullipa com homenagem pelas doações de oxigênio para o Amazonas, durante a segunda onda da pandemia da covid-19.

Anúncios

No mês de janeiro, o Amazonas teve a maior incidência de mortes e internações por Covid-19, agravados pela variante do vírus, a P1, que culminou o aumentou da demanda de oxigênio medicinal, causando um desabastecimento severo no Estado e a ocorrência de muitos óbitos. Só em janeiro, o número de casos da covid-19 chegou a 66.361 e o número de óbitos ultrapassou a marca de três mil mortes.

Na justificativa dos projetos, Cabo Maciel, disse que a ajuda humanitária liderada pelos artistas nas redes sociais, reuniu doações de várias pessoas pelo Brasil e Mundo na campanha para arrecadar cilindros de oxigênio e entregar as unidades de saúde do Estado do Amazonas.

“Olhou para o estado do Amazonas no momento mais crítico da segunda onda do COVID, estendeu a sua mão, mobilizando e liderando através das suas redes sociais e seus contatos com outros artistas, uma campanha de ajuda humanitária para doação de cilindros de oxigênios às unidades de saúde de Manaus e municípios do interior, onde nós podemos acompanhar seus esforços, sua dedicação com empresários de diversas áreas, amigos de seu círculo de amizades, formando um verdadeiro batalhão de ajuda que salvaram milhares de vidas amazonenses”, ressaltou Cabo Maciel.

Segundo o parlamentar, o Título de Cidadão do Amazonas é uma forma do povo do Amazonas agradecer pelos relevantes serviços prestados à sociedade amazonense.

*Com dados do portal Toda Hora

Deixe um comentário