You are currently viewing Políticos amazonenses repercutem invasão da Rússia à Ucrânia

Políticos amazonenses repercutem invasão da Rússia à Ucrânia

Políticos amazonenses repercutem invasão da Rússia à Ucrânia

Anúncios

Após o presidente russo, Vladmir Putin decidir dar início a ataques a Ucrânia na madrugada desta quinta-feira, (24), diversos políticos amazonenses se manifestaram sobre a situação e prestaram solidariedade ao povo ucraniano. Entre eles, o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), Roberto Cidade (PV), o ex-governador do Amazonas, Amazonino Mendes (Sem partido), além do senador Omar Aziz (PSD).

O presidente da Assembleia Legislativa aproveitou o momento para lembrar que o diálogo e a paz sempre serão o melhor caminho para a solução dos problemas.

“Bom dia, amigos! Diante dos acontecimentos recentes, é sempre bom lembrar que o diálogo e a paz são o melhor caminho. Vamos tirar um minutinho do nosso dia para orar pela paz no mundo”, afirmou o deputado.

O ex-prefeito e ex-senador, Arthur Virgílio (PSDB), afirmou que como diplomata reprova a situação envolvendo os dois países e espera que a situação logo seja resolvida.

“Triste e reprovável a invasão na Ucrânia pela Rússia. Como diplomata que sou, prezo sempre pelo diálogo e pelo entendimento com respeito. Guerra em nada contribui. Só serve para dizimar vidas e gerar mais violência. A história ensina, mas há quem não queira aprender”, declarou o ex-senador.

O vice-presidente da Câmara dos Deputados, Marcelo Ramos (PSD), avaliou que o Brasil precisa urgentemente condenar a invasão russa a Ucrânia.

“A guerra não é solução pra nenhuma tipo de conflito porque conflitos econômicos, territoriais, étnicos ou de qualquer natureza não podem ter a morte como solução! A diplomacia e o diálogo devem ser sempre o caminho. O Brasil precisa condenar claramente a invasão russa a Ucrânia”, escreveu o parlamentar em seu Twitter.

O deputado federal, Delegado Pablo Olíva (PSL), lembrou que o mundo, que sai agora de uma pandemia, lamentou estarmos entrando em guerra, perdendo novamente vidas inocentes.

“Pensei que depois dessa pandemia, que matou milhares de pessoas pelo mundo, nunca pudesse presenciar uma guerra. Oremos pelos mortos, inocentes e por aqueles que estão deixando o país”, lamentou Pablo.

Omar Aziz relaciona o a invasão da Rússia a Ucrânia por causa do autoritarismo e falta de respeito à soberania e liberdade de um país.

“Amanhecemos esta quinta-feira com a triste notícia da invasão da Rússia a Ucrânia. Além de ser algo que não gostaríamos de ler, é preocupante pelas vidas perdidas e pelo o que o autoritarismo e falta de respeito à soberania e liberdade de um país podem causa”, declarou o senador.

O ex-governador do Amazonas, Amazonino Mendes aproveitou o momento para lembrar que q declaração de uma guerra afetaria milhares de vidas e a economia mundial.

“É terrivelmente assustador que sejamos obrigados a assistir a uma nova guerra. São vidas inocentes interrompidas precocemente, dor, sofrimento, instabilidade mundial e consequências devastadoras na economia”, disse Amazonino Mendes.

Deixe um comentário