Primeira-dama contradiz Carijó e afirma que Arthur esteve na casa de Alejandro no dia 29 de setembro

Primeira-dama contradiz Carijó e afirma que Arthur esteve na casa de Alejandro no dia 29 de setembro

Uma nova informação, confirmada em depoimento à Polícia Civil do Amazonas pela primeira-dama de Manaus, Elisabeth Valeiko, afirma que seu marido, prefeito Arthur Virgílio (PSDB) esteve na casa de Alejandro Valeiko, na noite do assassinato do engenheiro Flávio Rodrigues. Os detalhes, divulgados pelo site Uol dizem que Arthur teria ido buscar Elisabeth na casa do enteado.

Anúncios

A nova informação apurada pela imprensa, mostra que o Secretário Municipal de Articulação Política, Luiz Alberto Carijó, pode ter entrado em contradição, já que no dia que esteve na Câmara Municipal de Manaus para prestar esclarecimentos ao Poder Legislativo Municipal sobre o uso da máquina pública e a participação de um funcionário da prefeitura no crime. Carijó afirmou que o prefeito não esteve na casa do enteado, e que estava sedado e hospitalizado no dia 29.

Todas as pessoas que estavam na casa no dia da festa e da confusão, tiveram prisão temporária decretada, incluindo Alejandro, considerado suspeito do homicídio pela polícia. Elizeu e um amigo dele, que aparecem nos vídeos internos entrando no condomínio de Alejandro e saindo 13 minutos depois, também estão presos. A prefeitura exonerou o PM 16 dias após o episódio.

Deixe um comentário