Você está visualizando atualmente Prometem o céu e a terra para ganhar eleição, diz Vicente Lopes

Prometem o céu e a terra para ganhar eleição, diz Vicente Lopes

A eleição deste ano, para escolher presidente da República, governadores, senadores, deputados federais e estaduais, deve ser um momento para saber o que os brasileiros querem para o país, com políticos melhores e não apenas voltados para interesses pessoais. A opinião é do deputado Vicente Lopes (PV), para quem o período de campanha é um verdadeiro “vale-tudo”. A impressão é que temos dois momentos: um antes e outro, depois da eleição. Aí vale tudo: “prometem o céu e a Terra, não importa os custos.  A vontade de ganhar eleição faz com que as pessoas percam a noção da razoabilidade dos compromissos com a realidade”, afirmou.

Vicente Lopes discursou na manhã desta quarta-feira (6),  quando alunos do curso de direito do Ciesa (Centro de Ensino Superior do Amazonas) visitaram o plenário da Assembleia Legislativa. Para o deputado, este é o momento em que os brasileiros devem renovar o atual quadro político, de forma  “livre,  consciente, absolutamente tranquila”, mas também questionou: “Se os políticos são assim tão ruins, despreparados, desqualificados, onde está a responsabilidade? Nós estamos num  momento em que o país parece fora da realidade, os valores parecem invertidos: mentiras parecem verdades, o errado parece certo, o bom parece ruim.  Perdemos os referenciais”, disse.

O deputado citou a TV Globo, pela campanha em que as pessoas declaram qual o Brasil que elas querem. “Vejo a Rede Globo com a campanha ‘qual o país que queremos?’, quando as pessoas se manifestam, deixam seus recados. Mas, muitas vezes, quando são chamado para  votar, tudo aquilo que queremos, parece que a gente esquece”. Segundo ele,  as pessoas, de forma livre, ao escolher os seus representantes, devem ter “discernimento e sabedoria”  para entender quem pode fazer algo pelo Estado, pela Nação e  não apenas quer um momento de poder para satisfazer as suas vaidades.

Deixe um comentário