Roberto Cidade busca regulamentar os serviços de psicologia remota no Amazonas

Roberto Cidade busca regulamentar os serviços de psicologia remota no Amazonas

Roberto Cidade busca regulamentar os serviços de psicologia remota no Amazonas

Com a pandemia do novo coronavírus que atingiu o mundo em2020, os problemas de ansiedade e depressão atingiram um número expressivo da população, a qual, precisou lidar com o distanciamento e isolamento social.

Anúncios

Diante desse cenário, o deputado Roberto Cidade (PV), apresentou um Projeto de Lei para regulamentar a prestação de Serviços Psicológicos realizados, por meios tecnológicos de atendimento à distância, no Estado do Amazonas.

O autor justifica que a medida já foi adotada pelas autoridades de saúde durante a pandemia e, esse serviço, é uma forma de atender com agilidade, menor custo e preservando a saúde tanto do paciente, quanto do profissional.

“A Pandemia da Covid-19 enfrentada pelo Mundo neste ano de 2020 impulsionou a saúde a procurar formas de manter o acompanhamento a seus pacientes de maneira remota, sem contato físico. Com o projeto, queremos que os 5.036 psicólogos do Amazonas, conforme dados do Conselho Federal de Psicologia, possam atender e tratar seus pacientes com segurança, agilidade e sobretudo resguardando a vida de ambos”, justificou.

Segundo o PL, a prestação de serviços psicológicos regulamentados pela Lei está condicionada à realização de um cadastro na Plataforma E-Psi no sítio eletrônico do Conselho Federal de Psicologia, que será submetido à análise da Comissão de Análise de Cadastro E-Psi do Conselho Regional de Psicologia.

Roberto Cidade destaca no projeto que, segundo estudos da Organização Mundial de Saúde (OMS), 86% da população brasileira sofre com algum tipo de transtorno mental, doenças causadas, principalmente, por pressão no ambiente de trabalho e por instabilidade familiar.

Ainda segundo a OMS, outros dados apresentados mostram que 49% dos trabalhadores brasileiros já tiveram crises de ansiedade, não obstante, 44% disseram ter sofrido esgotamento mental devido ao stress profissional. Importante ressaltar que apenas 2% da população adulta brasileira recorre a Psicoterapia como forma de tratar estes problemas relacionados à saúde mental.

Diagnóstico e Tratamento da Depressão

Os problemas de saúde mental são cada vez mais comuns em todo o mundo, problemas como a ansiedade e a depressão são enfrentados por um número cada vez maior de pessoas.

Roberto Cidade desde o início do mandato tem se preocupado com a saúde mental da população amazonense. Em 2019, ele teve um projeto de lei aprovado pela Aleam, a qual virou lei, que cria a política de diagnóstico e tratamento da síndrome da depressão na rede pública de saúde, Lei Ordinária nº 4.876, de 16 de julho de 2019.

“O desconhecimento acerca da depressão leva o indivíduo a padecer duplamente, pois demora a buscar auxílio médico sofrendo então os sintomas sem o tratamento necessário, daí a importância de se identificar os sintomas e trata-los o quanto antes para evitarmos a evolução da doença, o pode levar inclusive morte”, pontuou.

 

Deixe um comentário