Você está visualizando atualmente TCE-AM realiza formatura de 23 adolescentes do programa Menor Aprendiz

TCE-AM realiza formatura de 23 adolescentes do programa Menor Aprendiz

TCE-AM realiza formatura de 23 adolescentes do programa Menor Aprendiz

Após dois anos de aprendizados e vivências no Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), 23 adolescentes que integram o programa Menor Aprendiz receberam o diploma de conclusão das atividades durante formatura realizada no auditório da Corte de Contas, na tarde desta terça-feira (12) .

Já tradicional no âmbito do Tribunal, com mais de 30 anos de atividades, o programa é realizado em parceria com a Associação Para o Desenvolvimento Coesivo da Amazônia (Adcam) e objetiva preparar e inserir adolescente com idade entre 14 e 16 anos no mercado de trabalho, proporcionando a inclusão social com o auxílio da qualificação e desenvolvimento de práticas profissionais.

Representando a conselheira-presidente Yara Amazônia Lins, a chefe de gabinete Dianne do Nascimento Juca parabenizou todos os formandos e desejou ainda mais sucesso na carreira e vida escolar dos jovens adolescentes.

“Não se trata apenas de uma experiência de trabalho, mas sim de um caminho que proporciona o desenvolvimento de habilidades essenciais para a vida. Através do aprendizado prático, estes jovens adquiriram conhecimentos que vão muito além das salas de aula. Que este seja apenas o início de uma jornada repleta de sucesso, crescimento e realizações. Continuem a perseguir seus sonhos com determinação e confiança”, disse.

Formando cidadãos

Presente na formatura, o diretor-executivo da Adcam, Payman Agahnejad, destacou o papel formador que a parceria proporciona por meio do programa Menor Aprendiz.

“Esse é um programa que permite a gente poder levar esses jovens adolescentes a um outro patamar de crescimento, é basicamente um processo de lapidação em suas capacidades intelectuais e morais e o que é mais importante, que é transformá-los no sentido de que eles sabem e podem agora traçar o seu caminho tradicional”.  

É o caso do jovem Joabe Rabelo de Almeida, 16, que revelou ter participado de uma entrevista de emprego momentos antes de se preparar para receber o diploma de conclusão do programa.

“Primeiramente, agradeço a Deus pela oportunidade de trabalhar no Tribunal, um privilégio que valorizei ao máximo. Aqui, tive benefícios únicos, como cursos, certificados, alimentação e salário acima da média. Além disso, aprendi muito com os servidores e colegas, uma experiência marcante que despertou meu interesse em retornar como concursado em um futuro próximo”, comentou o jovem, que revelou querer passar no vestibular para cursar Administração.

Acompanhando o filho na formatura, a mãe de Joabe, Josineide Rabelo de Almeida, comentou sobre o orgulho de poder acompanhar a trajetória do adolescente no Menor Aprendiz.
“O programa foi uma porta que se abriu para ele, e estou muito feliz por este momento que ele está vivendo. Ele cresceu, não só em idade, mas também em maturidade. Para mim, é um orgulho vê-lo se desenvolver cada vez mais. Só tenho gratidão por tudo isso”, revelou.

Próximas edições

Conforme a chefe da Divisão de Assistência Social (Dias), responsável pela coordenação do programa no TCE, Etelvina Andrade, uma novidade para a próxima turma a participar do programa será a adição de adolescentes do sexo feminino.

“A pedido da conselheira-presidente Yara Amazônia Lins, foi feito esse aprimoramento do programa e teremos, pela primeira vez, a participação de um quantitativo de adolescentes do sexo feminino. Serão ao menos 20 meninas que vão participar conosco do programa pelos próximos dois anos, além de mais novidades que devemos revelar em breve”, destacou.

Os novos menores aprendizes do TCE-AM devem se juntar ao dia a dia da Corte de Contas amazonense durante os meses de abril e maio.

Deixe um comentário