‘Transporte coletivo é bomba relógio’ afirmou Marcelo Ramos

‘Transporte coletivo é bomba relógio’ afirmou Marcelo Ramos

‘Transporte coletivo é bomba relógio’ afirmou Marcelo Ramos

O deputado federal Marcelo Ramos (PL-AM) criticou no Twitter o veto do presidente Jair Bolsonaro, do projeto de lei que destinava R$ 4 bilhões a empresas de transporte coletivo. O Amazonas receberia R$ 91,9 milhões.

Anúncios

“O transporte coletivo é uma bomba relógio, em especial em Manaus. Redução drástica do número de passageiros, tarifas congeladas e o presidente Bolsonaro vetou a ajuda para o sistema, aprovada pelo Congresso. Teremos precarização,  reajustes e greves. É questão de tempo”, disse.

 

 

Deixe um comentário