Você está visualizando atualmente Tropical Hotel vai a leilão no Rio de Janeiro por R$ 182 milhões em dezembro

Tropical Hotel vai a leilão no Rio de Janeiro por R$ 182 milhões em dezembro

Tropical Hotel vai a leilão no Rio de Janeiro por R$ 182 milhões em dezembro

O tradicional e famoso Tropical Hotel, localizado na praia da Ponta Negra de Manaus, será leiloado no dia 16 de dezembro pela Justiça do Rio de Janeiro. De acordo com o edital do leilão, o imóvel, com área de 235,2 mil metros quadrados, está avaliado em R$ 182,1 milhões. O despacho foi assinado pelo juiz da 4ª Vara Empresarial do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), Paulo Assed Estefan.

O hotel parou de receber hóspedes em maio deste ano depois de ter o fornecimento de energia elétrica interrompido por conta de uma dívida de mais de R$ 8 milhões com a Amazonas Energia.

O edital do leilão foi extraído dos autos da falência da FRB PAR Investimentos S.A., Varig Participações em Serviços Complementares S.A. VPSC, Companhia Tropical de Hoteis, Companhia Tropical de Hoteis da Amazônia, Tropical Hotelaria LTDA e Oceano Praia Hotel LTDA. O advogado e administrador da massa falida, Pedro Cardoso, explicou que o leilão acontecerá no Rio de Janeiro promovido pela 4ª Vara Empresarial do TJ-RJ, pois é onde foi decretada a falência do empreendimento pertencente a um grupo empresarial também proprietário de outros imóveis.

Lance

O leilão será realizado no auditório do Sindicato dos Leiloeiros do Rio, sob o comando do leiloeiro público Jonas Rymer, por lance oral. A arrematação acontecerá, em primeira sessão, mediante lance igual ao da avaliação, de R$ 182,1 milhões, e na ausência de interessados será oferecido, em segunda sessão, o imóvel pela quantia de R$ 120 milhões para pagamento à vista.

Conforme o edital, interessados em participar do leilão deverão oferecer caução (garantia legal) no valor de 5% do lance mínimo, o equivalente a R$ 6 milhões, por meio de depósito judicial até o dia 12 de dezembro, garantida a devolução imediata àqueles que não se consagrarem vencedores.

Em julho, o Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região (TRT11) anunciou o leilão do hotel, avaliado em R$ 60 milhões. Com a venda, o TRT11 buscava ressarcir direitos trabalhistas, além de pagar outras dívidas. Todavia, por divergências no valor da avaliação, o desembargador David de Mello Júnior suspendeu o procedimento.

“Pela lei falimentar todos os credores devem receber em igualdade de condições. Conseguimos suspender o leilão e a avaliação estava muito abaixo do valor. A proposta que consta nos autos é, aproximadamente, 60 ou 65% do valor de avaliação e, provavelmente, se não tiver outra oferta acima desse valor, o juiz deve homologar o leilão aceitando a proposta de R$ 120 milhões”, afirmou o advogado.

Encerramento das atividades

O Tropical Hotel suspendeu as atividades comerciais por tempo indeterminado após a Amazonas Energia cortar o fornecimento do local devido a uma dívida estimada em R$ 8 milhões. A concessionária informou que há mais de 20 anos ocorrem diversas tentativas de negociações com o hotel. O empreendimento até tentou funcionar com gerador, mas o sistema sobrecarregava diariamente.

 

(*) com informações A Crítica

Deixe um comentário