Você está visualizando atualmente UEA realiza aula inaugural do curso pioneiro de mestrado em Engenharia Elétrica do AM

UEA realiza aula inaugural do curso pioneiro de mestrado em Engenharia Elétrica do AM

UEA realiza aula inaugural do curso pioneiro de mestrado em Engenharia Elétrica do AM

A Universidade do Estado do Amazonas (UEA) promoveu nesta quinta-feira (13), por meio do Laboratório de Sistemas Embarcados (LSE/HUB), a aula magna do curso pioneiro de mestrado profissional em Engenharia Elétrica, da Escola Superior de Tecnologia (EST/UEA) do Amazonas. O evento celebrou a turma inaugural e marcou o início do primeiro mestrado próprio da instituição nessa área.

O novo curso tem como objetivo criar aos 20 novos mestrando a oportunidade a qualificação de recursos humanos, considerando as possibilidades de aplicação de sistemas embarcados, por meio de uma abordagem atualizada, com a integração da Internet das Coisas e Inteligência Artificial.

Representando o reitor da UEA, o pró-reitor de Pesquisa e Pós-graduação, Prof. Dr. Roberto Sanches Mubarac Sobrinho, afirmou que este novo mestrado é um marco desde quando a UEA foi criada, pois está possibilitando a formação de trabalhadores com curso de mestrado profissional em Engenharia Elétrica.

“Ter um curso de mestrado profissional em Engenharia Elétrica é um marco, é um feito para sociedade amazonense pela tradição que a Escola de Tecnologia tem”, disse Murabac ao complementar dizendo que o curso foi aprovado pelo Comitê Técnico Científico do Ensino Superior (CTC-ES) da CAPES, autarquia do Ministério da Educação (MEC) e que terá a duração de 24 meses.

Murabac contou ainda ao Direto ao Ponto que a UEA promete trazer ainda mais cursos pioneiros ao Estado. Como o mestrado em Música que já torna-se pioneiro no Estado e o segundo da região Norte. Fora ele, a UEA ainda tem mais oitos cursos que foram apresentados só em 2024 na área de tecnologia educacional que precisam ser aprovados e celebrará os feitos de pioneiros no Amazonas.

“A UEA é a vanguards desse processo de formação de pessoas para o país e é claro para nossa região”, finalizou Murabac.

As pesquisas do mestrado em Engenharia Elétrica da UEA, servirão como ferramentas para inovação e conquista de novos mercados, especialmente na região da Amazônia Legal.

É o que nos contou o coordenador do mestrado,
Prof. Dr. Israel Gondres Torné, que afirmou que este curso tem o diferencial de formar profissionais para trabalhar junto ao Polo Industrial de Manaus (PIM).

“Este curso de mestrado profissional, o diferencial dele é voltado para o Polo Industrial de Manaus (PIM), onde tem uma abrangência, principalmente na parte de tecnológica de desenvolvimento de produto, patentes e irá alavancar todos os suplementos científicos e tecnológicos do Amazonas e da região. O curso de mestrado em Engenharia Elétrica é o primeiro do Amazonas e o terceiro do país, e estamos fazendo uma contribuição única para nosso estado e para todos aqueles profissionais que trabalham no PIM que necessitam de atualização e conhecimento e assim alavancar os desafios tecnológicos que é diario e maior no mundo”, salientou o prof Gondres.

O coordenador do Laboratório de Sistemas Embarcados (LSE/HUB) – Tecnologia e Inovação da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), o Prof. Dr. Raimundo Cláudio Gomes, que foi responsável pela aula magda desta quinta-feira, disse que este novo mestrado é a conquista de uma equipe e feito a mãos de vários laboratórios existentes dentro HUB para o novo curso se torne mais aplicável e prático no Estado.

“Nos tivemos um trabalho e um esforço muito grande por parte do complexo de laboratórios da HUB, que dentre ele temos o laboratório de sistemas embarcados que envolve também o laboratório se sistema ciberfísicos. Então toda a estratégia de submissão dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs) todo trámite dela teve uma estratégia baseada no que o laboratório desenvolve em projetos. E esta proposta tem uma característica que é o mestrado profissional, uma pegada mais aplicável e prática, sendo pioneiro no Estado”, declarou o coordenador

O Prof. Raimundo ainda salientou que o curso pioneiro de mestrado em Engenharia Elétrica irá preparar de uma maneira diferenciada, criar um recursos humanos para o Estado de pessoas habilitadas para desenvolver projetos aplicados a área tecnológica, pois abrange as principais áreas do setor produtivo instalado em Manaus”, encerrou o prof.

A UEA, com uma atuação significativa nas áreas de tecnologia, inovação e sustentabilidade, tem reafirmado nos últimos anos sua posição de destaque como instituição dedicada ao desenvolvimento do ensino. Com o apoio do Governo do Amazonas, a universidade se consolida mais uma vez como uma instituição de referência, que amplia suas atividades e garante novas oportunidades.

Deixe um comentário