Ufam no topo da lista da CGU de denúncias de assédio moral

Ufam no topo da lista da CGU de denúncias de assédio moral

Ufam no topo da lista da CGU de denúncias de assédio moral

A Universidade Federal do Amazonas (Ufam) é a terceira instituição de ensino do país e o sétimo órgão federal com mais denúncias de assédio moral.

Anúncios

De acordo com a Controladoria-Geral da União (CGU), 16 servidores públicos afirmaram ter sofrido algum tipo de constrangimento, desde o início da gestão Bolsonaro.

Conforme o jornal Folha de S. Paulo há relatos de perseguição de servidores por causa de ideologia.

Termos como “esquerda”, “petista” e “Lula livre” já foram usados por superiores hierárquicos para questionar o posicionamento político de funcionários públicos.

Outros problemas relatados são supostas ameaças constantes de exoneração e abertura de processos administrativos.

Entidades de representação afirmaram que há servidores federais que têm tirado licença não remunerada para evitar passar por constrangimentos.

O outro lado

Além da Ufam, a Folha de S. Paulo procurou as universidades federais de Goiás e de Mato Grosso, que aparecem em primeiro e em segundo lugar entre as instituições de ensino, respectivamente.

Mas nenhuma das instituições se manifestou.

Leia a matéria completa aqui. 

*Com dados do BNC Amazonas

Deixe um comentário