Você está visualizando atualmente Unidade fluvial do INSS: Amazonas reitera cooperação com Governo Federal para ampliar presença no interior

Unidade fluvial do INSS: Amazonas reitera cooperação com Governo Federal para ampliar presença no interior

Unidade fluvial do INSS: Amazonas reitera cooperação com Governo Federal para ampliar presença no interior

O Estado do Amazonas reiterou a importância da cooperação  com o Governo Federal para descentralizar as políticas públicas e levar ações previdenciárias ao interior. A declaração foi feita pelo vice-governador Tadeu de Souza, durante a  entrega, nesta quinta-feira (07), da segunda unidade fluvial móvel do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) totalmente reestruturada, que contou com a presença do ministro da Previdência Social, Carlos Lupi.

“Os barcos, que vão estar disponíveis nas calhas dos rios com um sistema de conectividade, o que é um grande problema de infraestrutura no interior, são uma forma de capilarizar a presença do Estado e da República e, acima de tudo, atender a quem mais precisa. Isso é uma forma de se tornar presente”, disse Tadeu de Souza, que representou o governador Wilson Lima no evento.

Em cerimônia realizada no Porto de Manaus, região central da cidade, o vice-governador, o ministro, o presidente do INSS, Alessandro Stefanutto, e demais autoridades fizeram a reinauguração do PrevBarco II-AM, conhecido como “Vovô Alarico”. A embarcação é uma das duas que fazem atendimentos previdenciários no interior do estado, em especial nas comunidades ribeirinhas e indígenas.

Tadeu de Souza reiterou a disposição do Governo do Estado em seguir trabalhando em conjunto com a União em diferentes áreas, assim como na estiagem histórica deste ano, que deixou todos os 62 municípios em situação de emergência. Na solenidade, o vice-governador também destacou que os barcos do INSS são instrumentos de inclusão com impacto positivo direto na economia local.

“Ter a população acessando benefícios de assistência e benefícios previdenciários é uma forma de fortalecer a própria economia do interior. Em nome do governador Wilson Lima, agradeço pela reestruturação dos dois barcos. Agora, vamos ter a população do interior do estado e as calhas dos rios devidamente atendidas pela Previdência Social”, salientou Tadeu de Souza.

Cronograma de viagens

O PrevBarco II-AM passou por reforma e ampliação e, a partir de agora, está pronto para deixar a capital amazonense e retomar o cronograma de viagens ao interior. A primeira parada da agência-barco será no município Silves (a 204 quilômetros de Manaus), na calha do Médio Amazonas, onde prestará serviços previdenciários entre os dias 11 e 15 de dezembro.

Durante a entrega, o ministro Carlos Lupi anunciou que planeja duplicar a quantidade de PrevBarcos em operação na região amazônica. Atualmente, além de duas unidades destinadas ao atendimento de segurados no Amazonas, o INSS mantém outros dois PrevBarcos no estado do Pará e um em Rondônia.

“Este é o quinto PrevBarco. No mês de fevereiro de 2024, vamos lançar o sexto e minha meta é conseguir ter 12 PrevBarcos em toda a região da Amazônia. É meta por quê? Porque é onde está a população e é nossa obrigação do Estado ir ao encontro do que a população precisa”, afirmou o ministro.

Depois de Silves, a unidade fluvial ficará em Maués (a 276 quilômetros da capital), no Baixo Amazonas, de 18 a 22 de dezembro. Em paralelo, o PrevBarco I-AM “Vovó Jandira”, também reestruturado, está em missão na região do Baixo Solimões desde outubro. Careiro da Várzea, Coari, Anori, Anamã, Caapiranga e Manacapuru são as cidades contempladas.

A solenidade também teve a presença do Gerente-Executivo do INSS em Manaus, Raimundo Pereira Neto; do deputado federal Silas Câmara; do deputado estadual Sinésio Campos; do prefeito de Silves, Paulino Grana; da diretora-presidente da Manaus Previdência, Daniela Benayon; e representantes de prefeituras municipais.

Nova estrutura

A partir da modernização, os PrevBarcos do Amazonas passaram a ter três salas para atendimentos de perícia médica e avaliação social; ampliação de oito para dez camarotes para servidores; tecnologia de ponta com conexão à internet wi-fi de alta velocidade via satélite; e um técnico de Tecnologia da Informação (TI) permanentemente a bordo.

De acordo com o presidente do INSS, o número de peritos médicos federais por missão também foi ampliado. “Teremos dois peritos. São peritos que, inclusive, têm uma produtividade muito alta. Hoje, no país, nós temos até folga de perícia, não ainda no estado do Amazonas, mas chegaremos lá. Nas comunidades ribeirinhas também falta o médico para trazer o atestado. Daí, então, a Previdência tem que ir até lá”, afirmou Alessandro Stefanutto.

“Nos barcos, a média de atendimento dos médicos peritos é o dobro da média nacional: são 24 atendimentos e a média nacional fica entre 11 e 12”, completou o ministro Carlos Lupi, durante entrevista coletiva, reforçando o compromisso do Governo Federal em expandir a cobertura previdenciária no Amazonas, incluindo benefícios previdenciários rurais e urbanos.

Sobre o PrevBarco

Em atividades desde 1997, o PrevBarco ajuda a ampliar a cobertura previdenciária ao disponibilizar os mesmos serviços de uma agência fixa do INSS. As unidades móveis oferecem benefícios como: aposentadoria; pensões; auxílios; salário-maternidade; Benefícios de Prestação Continuada da Lei Orgânica da Assistência Social (BPC); seguro-defeso; e atualização de benefícios.

O público-alvo do PrevBarco são pessoas sem familiaridade com meios digitais, que não possuam energia elétrica e internet em casa ou que vivem distantes de municípios com agência do INSS, incluindo indígenas não falantes do português que necessitem de atendimento humanizado e presencial.

Deixe um comentário