Unidades de saúde e postos de vacinação tem horários alterados nesta segunda-feira

Unidades de saúde e postos de vacinação tem horários alterados nesta segunda-feira

Unidades de saúde e postos de vacinação tem horários alterados nesta segunda-feira

Atendimentos em unidades básicas de saúde nesta segunda-feira, (7), em Manaus estão previstos para ter início às 11h, informou a Secretaria de Saúde de Manaus. Os horários foram alterados devido aos ataques criminosos registrados na capital amazonense neste domingo, (6). Os atos também alteraram o funcionamento de shoppings, farmácias, escolas e transporte público.

Anúncios

De acordo com comunicado divulgado pela Secretaria de Saúde de Manaus, a alteração dos horários também alcança os postos de vacinação contra Covid-19.

“Em virtude das ações de violência que vêm ocorrendo desde a madrugada deste domingo, (6), na cidade, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) informa que o funcionamento dos pontos de atendimento (Unidades Básicas de Saúde, Clínicas da Família e outros centros de atendimento em saúde) nesta segunda-feira, (7), têm previsão de iniciar às 11h, incluindo o processo de vacinação contra a Covid-19”, informou a secretaria.

De acordo com a pasta, a confirmação do horário “dependerá dos próximos acontecimentos, a fim de que a gestão tenha tempo para definir programação estratégica, que garantam a segurança dos trabalhadores, do público e das vacinas”.

O Conselho Regional de Farmácia (CRF) e o Sindicato dos Farmacêuticos do Estado do Amazonas (Sinfar-AM) divulgaram nota conjunta, na noite deste domingo orientando que as farmácias fechem mais cedo devido aos atos criminosos registrados em Manaus. As entidades também orientam as empresas a garantir o transporte dos trabalhadores até suas casas.

Amazonas, Louismar Bonates, disse que os ataques criminosos ocorreram também em dois municípios do interior: Parintins e Careiro. A motivação foi a morte de um traficante conhecido como ‘Dadinho’ e, segundo Bonates, a ordem para os ataques partiu de dentro dos presídios.

Em rápido pronunciamento nas redes sociais no início da noite deste domingo, o governador do Amazonas, Wilson Lima, anunciou que 14 pessoas foram presas por envolvimento nos ataques criminosos a ônibus e terminais eletrônicos de bancos em Manaus nesta madrugada e início da manhã.

O prefeito de Manaus, David Almeida, pediu, na noite deste domingo que o governador invoque a Garantia da Lei e da Ordem (GLO) ao governo federal para enfrentar as organizações criminosas que desde a madrugada desde domingo promovem o terror na capital e em cidades do interior do Amazonas.

*Com dados do Amazonas Atual

Deixe um comentário