Você está visualizando atualmente Urgente | Direto ao Ponto é alvo de ataques e vítima de Fake News

Urgente | Direto ao Ponto é alvo de ataques e vítima de Fake News

Uma ação chamada fake news, coordenada por de pessoas ligadas a um certo candidato ao governo do Amazonas, circulou por grupos de whatsapp e chegou ao Direto ao Ponto.

Neste sábado (04), circularam montagens com textos e imagens pelas redes sociais de uma suposta nota que atribuía informações, de maneira inverídica, aos candidatos ao Governo do Amazonas, Amazonino Mendes e David Almeida.

Entretanto, conteúdo é falso e nunca foi noticiado pelo Direto ao Ponto, que preza pela ética e respeito ao leitor. Infelizmente, tal ação criminosa pode ser um presságio do que será a eleição de outubro e do quanto o debate político civilizado pode sair de cena para ceder o lugar a práticas vis. Por isso, o eleitor deve tomar todo cuidado possível sobre o que observa na internet.

A verdadeira nota

A verdadeira publicação na coluna de opinião da última sexta-feira (03), “A hora da verdade”, na qual divulgamos números da Pesquisa DMP/TIRADENTES, publica na quarta-feira (01 de agosto), registrada no TRE-AM com o número AM-03330/2018.

Pesquisa DMP

A primeira pesquisa DMP/REDE TIRADENTES de 2018 não trouxe nenhuma novidade do cenário eleitoral. Amazonino continua na frente e deverá ir para o segundo turno.

David Almeida, Wilson Lima e Omar Aziz, estão tecnicamente empatados e disputam a segunda vaga.

A pesquisa também apontou Amazonino como tendo a maior rejeição entre os candidatos, chegando a 30,33%. E Wilson Lima com a menor rejeição, chegando a 4,8%, o que indica um bom potencial de crescimento podendo surpreender.

Direto ao Ponto toma providencias

O Direto ao Ponto irá acionar o departamento jurídico para tomar providencias a respeito dos textos e imagens compartilhada nas redes sociais e espera que o debate político para a eleição de 2018 seja pautado pelas propostas, respeito, transparência ao eleitor e ética entre as partes envolvidas. O Direto ao Ponto entende que em um momento de acirramento no cenário político do Brasil e do Amazonas, utilizar-se de fake news é mais um passo para instabilidade, intolerância e violência.

Deixe um comentário