Vereadores podem perder seus mandatos na CMM

Vereadores podem perder seus mandatos na CMM

Vereadores podem perder seus mandatos na CMM

Os vereadores eleitos pelos partidos Republicanos, Patriota, PV e PTC poderão perder os mandatos na Câmara Municipal de Manaus (CMM), se o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM) aprovar representação apresentada pelo Ministério Público Eleitoral, que acusa as agremiações de haver fraudado a cota de gênero na campanha eleitoral.
Obrigatoriamente a legenda deve reservar 30% das vagas às candidatas mulheres. Se isso não ocorrer, toda a chapa é impugnada. Entre os ameaçados estão os dois parlamentares mais votados no último pleito.
Os promotores conseguiram depoimentos de mulheres que foram convidadas a se candidatar mediante promessas financeiras que não foram cumpridas. Chamou atenção o fato delas não obterem nenhum voto ou pouquíssimos sufrágios. Isso deu início à investigação. Para o MP, os partidos usaram estas candidaturas como “laranjas”, apenas para cumprir a cota.
Entre as candidatas que “zeraram” a eleição estão Marcia Soares (PV), Irmã Paizinha (PTC), Dominique Araújo (Patriota) e Nidy Souza (Republicanos). Existem outras de legendas diferentes, que não chagaram a eleger nenhum vereador, como PMB e PDT. Estes partidos também estão sendo investigados e podem receber multas. Todas as mulheres que “disputaram” a eleição e obtiveram votação mínima foram chamadas a depor. A maioria se disse enganada.

Veja a relação dos vereadores que podem perder o mandato, com a respectiva quantidade de votos:

João Carlos (Republicanos) 13.880 – votos

Joelson Silva (Patriota) 12.493 – votos

Capitão Carpê Andrade (Republicanos) 8.538 – votos

Fransua (PV) 4.828 – votos

Marcio Tavares (Republicanos) – votos

Ivo Neto (PATRIOTA) 4.430 – votos

Dione Carvalho (PATRIOTA) 3.919 – votos

Peixoto (PTC) 2.450 – votos – votos

Fonte: Blog do Hiel Levy

Anúncios

Deixe um comentário