Você está visualizando atualmente Willace Souza: ‘O novo Canal Livre é um programa que dá voz as pessoas’

Willace Souza: ‘O novo Canal Livre é um programa que dá voz as pessoas’

Willace Souza: ‘O novo Canal Livre é um programa que dá voz as pessoas’

O tradicional Programa Canal Livre, comandado pelo falecido ex-deputado e apresentador Wallace Souza, agora terá um sucessor. Seu filho, o empresário Willace Souza.

Há alguns meses, Willace havia anunciando a volta do Canal Livre em modelo digital, um portal. E ontem (2) ele afirmou que neste ano dará continuidade ao programa que segundo ele, era a vontade de seu pai.

“Eu não só acho, como eu tenho certeza que era um desejo do meu pai. De dar continuidade ao programa que ele criou com muito carinho e amor”, afirmou ao Direto ao Ponto.

De acordo com Willace, o programa tem previsão para ir ao ar no dia 15 deste mês. Será transmitido de segunda à sexta de 16h ás 17h, via plataformas digitais, através do Youtube e do Facebook. “O programa continua sendo policial e vai ter uma pegada mais humorística”, explicou Willace.

Durante o bate papo com nossa equipe, Willace lembrou as acusações que o programa sofreu, à nível mundial, quando foi transmitido pelo programa Netflix um documentário sobre a vida de seu pai, então deputado estadual, acusado de comandar uma quadrilha e um programa que executava bandidos para que fosse transmitido ao vivo, no Canal Livre.

“Eu me sinto encarregado de mostrar para as pessoas que o Canal Livre é uma marca de colaboração para a sociedade. Não é o que as pessoas tentaram imputar a ele. Quero valorizar tudo que foi construído com o Canal Livre, desmentir as inúmeras mentiras que surgiram por aí devido a perseguição política que a gente sofreu. O novo Canal Livre é um programa que dá voz às pessoas […] É um desafio porque vai fazer o que nenhum outro programa online faz. Nós teremos ferramentas muito boas de reprodução”, disse.

Quando perguntado sobre a ligação política que o programa tem, Willace disse que é fato a essência política, já que quando comandado por seu pai, foi um grande e influente político no Amazonas, mas que independentemente das câmeras, seu pai Wallace, era por trás o que era na frente dos holofotes.

“O Canal Livre tem a sua essência política, nunca negamos que o programa deu realmente o sucesso à nossa família, politicamente falando. E é isso que eu penso, quero resgatar o legado dele. Mostrar para as pessoas que somos gente do bem, queremos dar entretenimento também para a população”, declarou.

Questionando se pretende concorrer à algum cargo, já que 2020 é um ano eleitoral, Willace afirmou que ainda não sente que é hora para entrar em uma discussão sobre candidatura.

“Eu ainda não me vejo no momento para iniciar uma discussão sobre uma possível candidatura minha. Meu foco agora é o Canal Livre”, garantiu.

Bandidos na TV – Entre os mais vistos

Nesta semana a Netflix Brasil divulgou uma lista com os dez documentários mais vistos do streaming em 2019. Bandidos na TV ocupa o sexto lugar, o documentário que Manaus parou para assistir.

A produção conta a história real de Wallace Souza, um apresentador de televisão acusado de planejar os assassinatos que abordava e investigava em seu programa, o “Canal Livre”, que teve sucesso nacionalmente, chegando a até ultrapassar a audiência de grandes emissoras do país em algumas cidades.

Deixe um comentário