Você está visualizando atualmente Wilson garante continuidade de convênio do Passe Livre Estudantil com a Prefeitura de Manaus

Wilson garante continuidade de convênio do Passe Livre Estudantil com a Prefeitura de Manaus

Wilson garante continuidade de convênio do Passe Livre Estudantil com a Prefeitura de Manaus

O governador do Amazonas e candidato à reeleição, Wilson Lima (União Brasil), afirmou que vai renovar o convênio com a Prefeitura de Manaus que garante o Passe Livre Estudantil, em entrevista a uma rádio local e no comício realizado ontem, na largada da campanha para o segundo turno das eleições. O benefício alcança alunos das redes públicas de ensino estadual e municipal de Manaus.

Essa é a primeira vez na história do Amazonas que alunos da rede pública não pagam passagem de ônibus para ir e voltar da escola. O convênio do Estado com a Prefeitura é no valor de R$ 156 milhões e os recursos subsidiam também parte do custeio do ICMS sobre combustíveis dos ônibus do transporte coletivo e demais gratuidades de interesse social.

“O nosso Passe Livre Estudantil era um sonho antigo e saiu do papel. Hoje nenhum aluno da Prefeitura e do Estado paga para ir e para voltar da escola. Conversei com o prefeito David Almeida para renovarmos o Passe Livre Estudantil já para o ano que vem, porque o convênio tem um prazo para se encerrar e a gente não poderia fazer um prazo maior porque a lei não permitia que gente fizesse isso. Nós vamos renovar para garantir, já no ano que vem, o Passe Livre Estudantil”, disse Wilson.

O público-alvo do benefício são estudantes que residem a mais de um quilômetro de distância das escolas e precisam do transporte coletivo para chegar na unidade escolar. O passe livre estudantil faz parte do Programa de Reestruturação e Qualificação do Transporte Público de Manaus, que está inserido em um pacote de investimentos de R$ 580 milhões repassados por Wilson a Prefeitura da capital por meio de convênios.

O programa foi lançado em outubro do ano passado e também prevê inserção de ônibus elétrico e outras tecnologias para ajudar na melhoria da mobilidade dos estudantes.

Educação – Além de beneficiar estudantes, Wilson também valorizou os servidores da educação. Em 2021, foi pago o maior abono Fundeb da história, em valores de R$ 12,6 mil a R$ 37,8 mil para professores, pedagogos, servidores técnicos e administrativos, alcançando 32,9 mil trabalhadores da Seduc e do Cetam. E, neste ano, estão assegurados o pagamento do 14⁰ e 15⁰ salários a professores da rede estadual que alcançarem metas da educação.

Além disso, Wilson convocou mais de 6,2 mil profissionais de educação aprovados em concurso público e garantiu promoções.

Também houve avanços na estrutura educacional, com a inauguração de 12 Centros de Educação de Tempo Integral (Cetis) em apenas três anos e oito meses de governo, ampliando em mais 16 mil o número de vagas na rede estadual.

Foto: Diego Peres

Deixe um comentário