Wilson Lima se reúne com empresários da indústria e comércio e discute novos investimentos para o Amazonas

Wilson Lima se reúne com empresários da indústria e comércio e discute novos investimentos para o Amazonas

Wilson Lima se reúne com empresários da indústria e comércio e discute novos investimentos para o Amazonas

O governador Wilson Lima recebeu, durante esta semana, na sede do Governo do Amazonas, Compensa, zona oeste, representantes de diversos segmentos da indústria de eletroeletrônicos, do mercado de distribuição de petróleo, do varejo e de alimentos. Os encontros são para atrair novos investimentos e ampliar a geração de emprego e renda, fortalecendo principalmente o Polo Industrial de Manaus (PIM).

Anúncios

“Nesse período de significativa redução dos casos de Covid-19 no Amazonas, tenho me dedicado também à recuperação das atividades econômicas. Estamos trabalhando para dar as condições necessárias para que as empresas do Polo Industrial permaneçam em nosso estado, gerando empregos, e também para atrair novos investimentos, seja na própria indústria, no varejo ou outros segmentos da economia”, disse o governador.

Ao receber representantes da Associação de Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos (Eletros), o governador conversou com executivos de indústrias dos segmentos de aparelhos de TV e condicionadores de ar. A Eletros representa empresas responsáveis por quase 50% do faturamento do PIM na Zona Franca de Manaus. Juntas, elas empregam 40% dos trabalhadores da indústria do Amazonas.

Durante o encontro, Wilson Lima falou sobre o projeto de lei, que está sendo construído pelo Estado com apoio da indústria, para fazer ajustes na lei que regulamenta a Política Estadual de Incentivos Fiscais e Extrafiscais – Lei 2.826, de setembro de 2003. Essa legislação tem a validade até 2023. A proposta do governador é prorrogá-la por mais nove anos, sem aumentar a carga tributária. A lei será atualizada, com nova redação em pontos em que sejam necessários ajustes para ampliar a competitividade das indústrias.

O governador também recebeu representantes da J.Macêdo, empresa de alimentos, que atua nos segmentos de farinhas de trigo e de mistura para bolos, além de massas. Segundo Wilson Lima, a empresa tem interesse em se instalar no estado e com planos de montar um centro de distribuição.

Em outra reunião, empresários que representam as Casas Bahia informaram que o grupo tem a intenção de instalar 25 lojas no Amazonas, na capital e interior. Além disso, eles pretendem montar um centro de distribuição para atender outras empresas. O governador também reuniu com membros do grupo Atem que adquiriu uma refinaria da Petrobras – empresa de capital aberto cujo acionista majoritário é o Governo Federal.

Deixe um comentário