Você está visualizando atualmente 68 deputados denunciam Lula em Haia por antissemitismo

68 deputados denunciam Lula em Haia por antissemitismo

68 deputados denunciam Lula em Haia por antissemitismo

Um grupo de 68 parlamentares de partidos como Novo, União Brasil, PL e Podemos denunciou o presidente Lula no Tribunal Penal Internacional de Haia por antissemitismo após o petista ter associado a reação de Israel aos ataques terroristas do Hamas ao Holocausto.

Além da denúncia em Haia, parlamentares de oposição também já apresentaram denúncias na Procuradoria-Geral da República e um pedido de impeachment contra o atual presidente da República. Somente a denúncia por crime de responsabilidade tem aproximadamente 140 signatários.

“Tal equiparação [Israel e Holocausto feita por Lula] é um ato de irresponsabilidade e desinformação que desconsidera completamente o contexto e a natureza dos eventos em questão. Comparar as operações militares de um Estado soberano, em legítima defesa contra um grupo terrorista ,reconhecido internacionalmente, aos horrores perpetrados pelo regime nazista é um insulto à memória das vítimas do Holocausto e uma afronta à dignidade daqueles que lutam contra o antissemitismo”, afirma a denúncia parlamentar.

Tentativa de deslegitimar

“Além disso, as declarações de Luiz Inácio Lula da Silva são uma clara tentativa de deslegitimar as medidas defensivas de Israel perante a comunidade internacional, minando assim os esforços para garantir a segurança e a proteção de sua população civil contra ataques terroristas incessantes e indiscriminados perpetrados pelo Hamas, uma organização terrorista”, acrescenta o texto.

“É inadmissível e irresponsável comparar situações incomparáveis, especialmente considerando o direito legítimo de Israel de se proteger e se defender. Declarações como as proferidas pelo presidente Lula apenas fomentam o discurso de ódio e o antissemitismo”, afirmou o deputado Rodolfo Nogueira (PL-MS), um dos autores da denúncia.

Além dele, também assinam a peça o segundo vice-presidente da Câmara, Sóstenes Cavalcante (PL-RJ), o pré-candidato à prefeito de São Paulo, Kim Kataguiri, e o líder da oposição na Câmara, Carlos Jordy (PL-RJ).

Fonte: O Antagonista

Deixe um comentário