Após depoimento na CPI, Nise Yamaguchi processa senadores por danos morais: ‘Desrespeito e humilhação’
Na CPI da covid, ela foi acusada de mentir aos parlamentares sobre o medicamento e o chamado gabinete paralelo (Reprodução/Internet)

Após depoimento na CPI, Nise Yamaguchi processa senadores por danos morais: ‘Desrespeito e humilhação’

Após depoimento na CPI, Nise Yamaguchi processa senadores por danos morais: ‘Desrespeito e humilhação’

Anúncios

A médica Nise Yamaguchi, considerada a principal conselheira do presidente Jair Bolsonaro para assuntos de cloroquina, está processando os senadores Otto Alencar (PSD-BA) e Omar Aziz (PSD-AM) por danos morais. Ela e sua assessora deram entrada nos processos após prestaram depoimento na CPI da Pandemia.

Nesse sentido, o dano, segundo ela, teria ocorrido em seu depoimento à CPI da Covid. Desse modo, na ocasião, ela foi acusada de mentir aos parlamentares sobre o medicamento e o chamado gabinete paralelo.

Por isso, Nise Yamaguchi diz no processo que foi humilhada pelo senador Otto Alencar e que Omar Aziz, como presidente da comissão, foi cúmplice da conduta do colega.

Aziz foi procurado sobre o assunto e disse que sua resposta está na nota que a CPI publicou no sábado, quando o Brasil atingiu 500 mil mortos por Covid-19.

Portanto, a nota encerra dizendo que os culpados serão punidos exemplarmente.

Nota Pública da Maioria dos Membros da Comissão Parlamentar de Inquérito da PANDEMIA.

Nessa data dolorosamente trágica, quando o Brasil contabiliza 500 mil mortes, desejamos transmitir nossos mais profundos sentimentos ao país.

Temos consciência que nenhuma palavra é suficiente para consolar e superar a dor das perdas de nossas famílias. São 500 mil sonhos interrompidos, 500 mil vidas ceifadas precocemente, 500 mil planos, desejos e projetos. Meio milhão de vidas que poderiam ter sido poupadas, com bom-senso, escolhas acertadas e respeito à ciência.

Asseguramos que os responsáveis pagarão por seus erros, omissões, desprezos e deboches. Não chegamos a esse quadro devastador, desumano, por acaso. Há culpados e eles, no que depender da CPI, serão punidos exemplarmente. Os crimes contra a humanidade, os morticínios e os genocídios não se apagam, nem prescrevem. Eles se eternizam e, antes da justiça Divina, eles se encontrarão com a justiça dos homens.

Omar Aziz
Presidente CPI

Deixe um comentário