Bolsonaro diz que não vai admitir apuração secreta de votos em 2022

Bolsonaro diz que não vai admitir apuração secreta de votos em 2022

Bolsonaro diz que não vai admitir apuração secreta de votos em 2022

Mais uma vez Jair Bolsonaro (sem partido) levantou suspeitas sobre o processo eleitoral no País. Nesta quinta-feira (22), o presidente da República defendeu a implantação do voto impresso e afirmou que não vai admitir que a contagem dos votos seja secreta.

Anúncios

O Estadão noticiou hoje que o ministro da Defesa, Walter Braga Netto, condicionou a validade das eleições de 2022 à mudança no sistema de apuração.

“Não posso admitir que meia dúzia de pessoas tenham a chave criptográfica de tudo e, de forma secreta, contem votos numa sala secreta lá no Tribunal Superior Eleitoral. Isso não é admissível. A própria Constituição fala em contagem pública dos votos, quero transparência.“

O presidente voltou a prometer que vai apresentar provas de que houve fraude nas eleições de 2014.

“Vai ser bastante objetiva para todos entenderem da inconsistência e vulnerabilidade, temos aí várias ciências e podemos falar em probabilidade.”
Fonte: O Antagonista

Deixe um comentário