You are currently viewing Bolsonaro: ‘É o lado de lá que dá facada, cospe, destrói patrimônio’

Bolsonaro: ‘É o lado de lá que dá facada, cospe, destrói patrimônio’

Bolsonaro: ‘É o lado de lá que dá facada, cospe, destrói patrimônio’

Sem citar diretamente o assassinato do guarda municipal Marcelo Arruda, em Foz do Iguaçu, o presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou na noite deste domingo (10) que dispensa “qualquer tipo de apoio de quem pratica violência contra opositores”.

Anúncios

O policial penal federal Jorge José da Rocha Guaranho invadiu a festa de aniversário de Arruda e o matou a tiros. Nas redes sociais, Guaranho já publicou vários posts em apoio ao presidente da República e a pautas bolsonaristas.

Em publicação no Twitter, Bolsonaro disse que “é o lado de lá que dá facada, que cospe, que destrói patrimônio, que solta rojão em cinegrafista, que protege terroristas internacionais, que desumaniza pessoas com rótulos e pede fogo nelas, que invade fazendas e mata animais, que empurra um senhor num caminhão em movimento”.

O presidente acrescentou que não dizer que são “nem a pior, nem a mais mal utilizada força de expressão, será mais grave do que fatos concretos e recorrentes”.

“Que as autoridades apurem seriamente o ocorrido e tomem todas as providências cabíveis, assim como contra caluniadores que agem como urubus para tentar nos prejudicar 24 horas por dia.”

Em 2018, durante a campanha presidencial, Bolsonaro falou “fuzilar a petralhada”. A declaração foi relembrada por eleitores em meio à repercussão do assassinato de Marcelo Arruda, em Foz do Iguaçu.

Fonte: O Antagonista

Deixe um comentário