Você está visualizando atualmente Bolsonaro recebe alta médica após 12 dias de internação em hospital

Bolsonaro recebe alta médica após 12 dias de internação em hospital

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) recebeu alta na manhã desta sexta-feira (17), depois de 12 dias internado com um quadro de erisipela na perna esquerda e obstrução intestinal.

  • Ex-presidente disse que terá rotina normal em uma semana; ele vai voltar para Brasília, onde vive com a família. Bolsonaro anunciou sua alta numa publicação no X (antigo Twitter) ao lado dos médicos Antônio Macedo e Leandro Echenique, que o atenderam no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo.
  • Alta já estava prevista para hoje. Boletim médico divulgado na quarta-feira (15) informou que o ex-presidente apresentava ótima evolução clínica, com melhora progressiva do quadro infeccioso.
  • Agenda de maio foi cancelada, e Bolsonaro não vai mais participar de eventos com pré-candidatos neste mês. Os compromissos ocorreriam desde a semana passada, quando ele desembarcaria em Belém para eventos com o delegado Éder Mauro (PL-PA), deputado federal e pré-candidato a prefeito. Também estava previsto que ele participasse de ato no último sábado (11) para lançar o nome de Bruno Engler (PL) na corrida à prefeitura de Belo Horizonte. Em vídeo nas redes sociais, Engler disse que uma nova data para o evento vai ser definida.

Internações desde 2019

Desde 2019, Bolsonaro passou por ao menos 11 internações, 9 delas relacionadas ao ataque que sofreu em 2018. A última delas havia sido em fevereiro deste ano, quando ele ficou internado por algumas horas para a realização de exames. Médicos avaliaram que ele não precisaria passar por nova cirurgia no abdômen.

Desta vez, o ex-presidente se sentiu mal em Manaus, onde cumpria agenda, e foi internado. Ele chegou à capital amazonense no dia 3 para participar de um evento de campanha para a pré-candidatura do deputado federal Alberto Neto à prefeitura. Bolsonaro já embarcou para o compromisso sentindo desconforto, mas só procurou atendimento no dia seguinte — ele chegou a ter alta no dia 4, mas precisou retornar à unidade hospitalar no domingo (5).

Bolsonaro chegou a São Paulo na noite do dia 6, uma segunda-feira. A transferência para a capital paulista foi feita após exames diagnosticarem uma nova obstrução intestinal no ex-presidente durante a madrugada, segundo o assessor e advogado Fabio Wajngarten.

Deixe um comentário