Ciro Nogueira sonda integrantes do PP sobre filiação de Bolsonaro

Ciro Nogueira sonda integrantes do PP sobre filiação de Bolsonaro

Ciro Nogueira sonda integrantes do PP sobre filiação de Bolsonaro

Ministro da Casa Civil e presidente licenciado do Progressistas, o senador Ciro Nogueira (PI) começou a consultar oficialmente integrantes do partido para saber se concordam ou não com uma possível filiação do presidente Jair Bolsonaro à legenda.

Anúncios

As sondagens começaram na semana passada, quando Ciro passou a ligar para lideranças da sigla. Na última sexta-feira (24), ele também promoveu reunião virtual com parte dos presidentes estaduais e parlamentares do partido para debater o assunto.

A maioria dos dirigentes que participou do encontro se posicionou a favor da entrada de Bolsonaro no Progressistas. Uma das poucas que teria feito ponderações contra a filiação foi a deputada federal Celina Leão, presidente da legenda no Distrito Federal.

Além de Celina, participaram da reunião virtual os deputados federais Ricardo Barros, que controla o Progressistas no Paraná; Neri Geller, que comanda o partido no Mato Grosso; e Dr. Luizinho, que preside a legenda no Estado do Rio de Janeiro.

Secretário de Transportes Metropolitanos do governo João Doria em São Paulo, o ex-deputado e ex-ministro Alexandre Baldy também participou da conversa e se posicionou a favor da filiação de Bolsonaro. Baldy controla a sigla em Goiás.

Resistências

A maioria pro-filiação na reunião virtual, porém, não reflete o cenário geral no Progressistas. Contrária à entrada de Bolsonaro no partido, a maioria dos dirigentes estaduais da sigla no Norte e Nordeste não participou do encontro.

Dirigentes desses estados, entre eles, Bahia e Pernambuco, argumentam que a entrada do atual presidente da República no Progressistas atrapalhará a formação de alianças com legendas de esquerda em nível regional, para as eleições de 2022.

Já aqueles que são favoráveis sustentam que, uma vez no partido, Bolsonaro ajudará a sigla a eleger uma bancada robusta na Câmara dos Deputados, foco principal do Progressistas em eleições gerais, por ser o principal critério para divisão do fundo partidário.

Fonte: Metrópoles

Deixe um comentário