Você está visualizando atualmente Conib repudia “distorção perversa” de Lula sobre Holocausto

Conib repudia “distorção perversa” de Lula sobre Holocausto

Conib repudia “distorção perversa” de Lula sobre Holocausto

A Confederação Israelita do Brasil (Conib) divulgou neste domingo (18), uma nota em repúdio às declarações do presidente Lula comparando o Holocausto às ações de defesa de Israel contra os terroristas do Hamas.

Na nota, a entidade classificou a fala do petista como uma “distorção perversa” da realidade e afirmou que as falas ofendem a “memória das vítimas do Holocausto e de seus descendentes”.

“Os nazistas exterminaram 6 milhões de judeus indefesos na Europa somente por serem judeus. Já Israel está se defendendo de um grupo terrorista que invadiu o país, matou mais de mil pessoas, promoveu estupros em massa, queimou pessoas vivas e defende em sua Carta de fundação a eliminação do Estado judeu”, diz a Conib na nota.

“O governo brasileiro vem adotando uma postura extrema e desequilibrada em relação ao trágico conflito no Oriente Médio, abandonando a tradição de equilíbrio e busca de diálogo da política externa brasileira. A Conib pede mais uma vez moderação aos nossos dirigentes, para que a trágica violência naquela região não seja importada ao nosso país”, acrescenta a entidade.

A declaração de Lula, como mostramos, foi feita neste domingo durante entrevista a jornalistas no hotel em que está hospedado em Adis Abeba, capital da Etiópia.

O presidente voltou a atacar Israel e comparou as operações militares na Faixa de Gaza ao extermínio de judeus promovido por Adolf Hitler durante a Segunda Guerra Mundial.

“Sabe, o que está acontecendo na Faixa de Gaza com o povo palestino, não existe em nenhum outro momento histórico. Aliás, existiu quando Hitler resolveu matar os judeus”, disse Lula.

Fonte: O Antagonista

Deixe um comentário