CPI determina apreensão de celular de Dominguetti

CPI determina apreensão de celular de Dominguetti

CPI determina apreensão de celular de Dominguetti

Após dúvidas sobre a veracidade do áudio do deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) divulgado por Luiz Paulo Dominguetti, a CPI da Covid determinou a apreensão do celular do representante comercial da empresa Davati Medical Supply.

Anúncios

Durante a sessão de hoje da CPI da Covid, Dominguetti acusou Miranda de estar à frente de um processo de negociação de vacinas. Ele embasou a denúncia com base em um áudio em que o parlamentar cita negociações de um “produto”. O parlamentar, porém, não cita explicitamente que o produto seria vacinas contra Covid.

“Você sabe que tenho comprador com potencial de pagamento instantâneo. Ele compra o tempo todo lá, em quantidades menores, obviamente. Se seu produto estiver no chão, o cara fizer um vídeo, falar o meu nome — ‘Luis Miranda tem aqui o produto’—, meu comprador entende que é fato e encaminha toda a documentação necessária, amarra, faz as travas, os contratos todos e bola pra frente.”

No áudio, porém, o parlamentar não citou explicitamente “vacinas”. Entretanto, Dominguetti disse que entendia ser tratar de uma negociação sobre imunizantes pelo “contexto das negociações no Ministério da Saúde.”

Fonte: O Antagonista

Deixe um comentário