Você está visualizando atualmente E Michelle recebeu o título de cidadã honorária de São Paulo

E Michelle recebeu o título de cidadã honorária de São Paulo

E Michelle recebeu o título de cidadã honorária de São Paulo

Após imbroglio judicial, a ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro, recebeu na noite de segunda-feira (25), o título de cidadã honorária de São Paulo. Autor da proposta para homenageá-la, o vereador Rinaldi Digilio (União Brasil), diz que contraiu uma dívida de 100 mil reais para viabilizar a cerimônia.

O Teatro Municipal, onde ocorreu o evento, seria cedido pela Prefeitura à Câmara Municipal para a realização da sessão solene, mas o Tribunal de Justiça de São Paulo bloqueou o uso nessas condições.

Respondendo a questionamento de parlamentares do PSOL, que recorreram à Justiça e ao Ministério Público Eleitoral de São Paulo,o desembargador Martin Vargas definiu que a cerimônia deveria ocorrer na Câmara Municipal de São Paulo.

Ele impôs uma multa de 50 mil reais para o caso de a determinação não ser cumprida, por entender que a homenagem acarretaria em “grave risco de desvio de finalidade do bem público”.

“Desfeita”

Digilio, que decidiu alugar o teatro por conta própria, mencionou o a decisão judicial em seu discurso:

“Jamais poderia deixar a primeira-dama passar por esse constrangimento, por essa desfeita, mas acima de tudo jamais poderia deixar São Paulo passar pela vergonha, a impressão de que toda a cidade é antidemocrática”.

O pedido de homenagem para a ex-primeira-dama foi aprovado em novembro de 2023, sob a justificativa de ela ser “engajada em políticas sociais, com atenção especial para as doenças raras”.

“Pessoas de bem”

Ao discursar no evento, Michelle destacou seu trabalho de voluntariado quando primeira-dama e defendeu o marido, Jair Bolsonaro. “Bolsonaro foi um homem que Deus levantou para abençoar essa nação. Eu posso falar para vocês que nós trabalhamos incansavelmente todos os dias”, discursou.

Ela disse também que “o Brasil voltará a ser governador por pessoas de bem”, mencionou Israel e pediu à plateia: “Não desistam da nossa nação”.

Bolsonaro também falou no evento. Pressionado por ter passado dois dias na embaixada da Hungria em Brasília, levantando suspeitas de que pretendia fugir da Justiça brasileira, ele disse que “tem certas coisas [a] que você só dá valor depois que perde” e citou: “Água do poço, um grande amor, a nossa liberdade”. 

Fonte: O Antagonista

Deixe um comentário