You are currently viewing Em delação, ex-presidente da Ecovias diz que Alckmin recebeu R$ 3 milhões em caixa 2

Em delação, ex-presidente da Ecovias diz que Alckmin recebeu R$ 3 milhões em caixa 2

Em delação, ex-presidente da Ecovias diz que Alckmin recebeu R$ 3 milhões em caixa 2

O ex-presidente da Ecovias Marcelino Rafart de Seras afirmou, em delação, que Geraldo Alckmin, hoje cotado para ser vice de Lula, recebeu R$ 3 milhões em caixa 2, diz a Folha. O caso está sendo investigado pela Polícia Federal. A Ecovias é a concessionária responsável pelo sistema Anchieta-Imigrantes.

Anúncios

Nessa terça (15), Marcelino teve acordo de não persecução cível homologado pelo MP de São Paulo, com relato de cartel entre as concessionárias de rodovias do estado. As declarações sobre o suposto crime de caixa 2 são analisados pela Delinst (Delegacia de Defesa Institucional), que cuida de questões eleitorais.

Segundo ele, os valores foram pagos pela primeira vez em 2010, em um total de R$ 1 milhão. Na ocasião, Alckmin, que estava no PSDB, foi eleito governador. O ex-presidente da Ecovias disse que a quantia foi paga em dinheiro ao cunhado do ex-governador, Adhemar Ribeiro.

A segunda parte, no valor de R$ 2 milhões, teria sido paga em 2014, durante uma operação de Marcos Monteiro, ex-tesoureiro de Alckmin. Naquele ano, ele foi reeleito governador de São Paulo.

Procurada pelo jornal, a assessoria de Alckmin não se manifestou até o momento.

Fonte: O Antagonista

Deixe um comentário