Você está visualizando atualmente Escritórios de advocacia & lavagem de dinheiro

Escritórios de advocacia & lavagem de dinheiro

Na Operação Capitu, a Polícia Federal descobriu que os R$ 30 milhões em propina da JBS para o MDB nacional e mineiro foram pagos por meio de escritórios de advocacia e consultorias – mesmo modus operandi usado no petrolão.

No caso de hoje, os escritórios usados para lavagem de dinheiro, segundo a PF, são: Moura e Lima Siqueira Advogados Associados, Mauro Araújo Advogados Associados, Franco Oliveira Advogados Associados, Soares Donato Advogados Associados, Cunha Pereira & Advogados Associados, além da consultoria FGA Assessoria e Negócios.

Deixe um comentário