Você está visualizando atualmente Gilmar Mendes vota para tornar Carla Zambelli ré no caso da arma

Gilmar Mendes vota para tornar Carla Zambelli ré no caso da arma

Gilmar Mendes vota para tornar Carla Zambelli ré no caso da arma

O ministro Gilmar Mendes, do STF, votou pelo procedimento da denúncia e em transformar a deputada Carla Zambelli (PL-SP) em ré no caso da perseguição a mão armada na véspera do segundo turno das eleições.

O voto do ministro, relator do processo, foi dado nesta sexta-feira (11). Este é o primeiro dia do julgamento, que ocorre em plenário virtual e se estende até 21 de agosto.

A deputada é acusada pela PGR de porte de arma e constrangimento ilegais.

Ela pode ter que pagar multa de R$ 100 mil reais e perder o porte de arma.

A perseguição foi registrada em vídeo e começou quando Zambelli foi abordada pelo crítico na entrada de um restaurante na região dos Jardins, na capital paulista.

Em meio à discussão, a deputada aparentou tropeçar, o que deu início à perseguição.

Junto a um homem armado, Zambelli sacou sua arma pessoal e perseguiu o crítico até encurralá-lo dentro de um bar, onde se encerrou a discussão sem nenhum disparo.

Em sua denúncia, a PGR argumenta que a deputada não poderia ter sacado a pistola em espaço público, mesmo sendo detentora de porte de arma, por colocar a coletividade em risco.

O episódio atingiu a credibilidade de Zambelli no PL. A alta cúpula do partido, em especial Jair Bolsonaro, culpam a perseguição pela derrota no segundo turno das eleições.

Presidente de honra do PL, Bolsonaro afirma nos bastidores ter perdido votos por causa do incidente e não atende a deputada desde janeiro.

Fonte: O Antagonista

Deixe um comentário