Google, Apple e Amazon suspendem Parler, rede social usada por apoiadores de Trump e Bolsonaro

Google, Apple e Amazon suspendem Parler, rede social usada por apoiadores de Trump e Bolsonaro

Google, Apple e Amazon suspendem Parler, rede social usada por apoiadores de Trump e Bolsonaro

Depois do Google retirar o Parler de sua loja de aplicativos, a Apple e a Amazon também suspenderam o suporte à rede social que é usada por seguidores do presidente Donald Trump (EUA), do presidente Jair Bolsonaro e por conservadores em todo o mundo. A Apple suspendeu o Parler de sua loja de aplicativos. E a Amazon informou que não forneceria mais serviços de computação em nuvem para o Parler. Além disso, Trump também teve sua conta banida pelo Twitter.

Anúncios

As ações das gigantes da tecnologia fazem parte de uma ofensiva para regular o conteúdo que veem como perigoso após o ataque ao Capitólio, em Washington, por apoiadores de Trump.

O Parler tem se posicionado como uma alternativa a plataformas maiores. Suas regras não proíbem o que outras plataformas consideram discurso de ódio e informações falsas. Mas a rede social conservadora bane spams, ameaças de violência e outras atividades ilegais.

Deixe um comentário