Hacker suspeito de invadir TSE é preso por PF e polícia portuguesa

Hacker suspeito de invadir TSE é preso por PF e polícia portuguesa

Hacker suspeito de invadir TSE é preso por PF e polícia portuguesa

Um hacker suspeito de invadir sistemas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) foi preso, neste sábado (28), em Portugal. Ele caiu na operação conjunta entre a Polícia Federal do Brasil e a Polícia Judiciária Portuguesa.

De acordo com a PF, estavam sendo cumpridos em São Paulo e em Minas Gerais três mandados de busca e apreensão. Além disso, três medidas cautelares de proibição de contato entre investigados. Já em Portugal, um mandado de prisão e um mandado de busca e apreensão.

O inquérito instaurado pela Polícia Federal apura os crimes de invasão de dispositivo informático e de associação criminosa.

De acordo com as investigações, um grupo de hackers brasileiros e portugueses, comandados por um português, foi o autor do ataque ao sistema do TSE.

Conforme a PF, os mandados cumpridos no Brasil foram autorizados pelo juízo da 1ª Zona Eleitoral do Distrito Federal, após representação da PF e manifestação favorável da 1ª Promotoria de Justiça Eleitoral.

Deixe um comentário