Você está visualizando atualmente Incêndio em casa do futuro presidente do União sob investigação

Incêndio em casa do futuro presidente do União sob investigação

Incêndio em casa do futuro presidente do União sob investigação

A Polícia Civil de Pernambuco investiga as causas de um incêndio ocorrido na noite de segunda-feira (11), na residência do recém-eleito presidente do União Brasil, Antonio Rueda. A casa da tesoureira da sigla, Maria Emilia de Rueda, também pegou fogo.

Em nota oficial, os dois integrantes do partido afirmaram que pediram à “Polícia Civil do Estado de Pernambuco célere e rigorosa investigação dos fatos”. Rueda e Maria acrescentaram que não descartam “a possibilidade de um atentado motivado por questões político-partidárias”.

“Antonio de Rueda e Maria Emília de Rueda confiam na minuciosa apuração dos fatos e afirmam que não irão se intimidar diante de qualquer ameaça”, afirmam eles.

Na prática, a família Rueda responsabiliza o atual presidente da sigla, Luciano Bivar

Eleição de Rueda

No final de fevereiro, o União Brasil elegeu Rueda para comandar o partido.

Ele substitui Luciano Bivar com o desafio de apaziguar os ânimos de um partido que vivencia sucessivas crises.

Apesar de comandar o União Brasil desde a fusão do antigo DEM com o PSL, Bivar estava isolado, sem contar com apoio dos governadores da sigla.

Rueda é um nome próximo do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e de integrantes da sigla como ACM Neto.

Atualmente rivais políticos, Bivar e Rueda já foram amigos próximos dividindo o comando do partido, mas nos dois últimos anos a relação ficou estremecida.

Nos diretórios estaduais, aumentou a insatisfação com a forma como Luciano Bivar conduzia o partido, e os insatisfeitos acabam por aliar-se à Rueda fortalecendo o nome dele como substituto.

A eleição desta quinta aconteceu após um embate entre esses grupos.

No início da manhã, Luciano Bivar, ainda na condição de presidente do União, cancelou a convenção nacional do partido que iria formalizar Rueda na sucessão.

Um dia antes, Bivar havia ameaçado entrar na justiça com denúncias contra Rueda. Ele, no entanto, não apresentou as provas.

Fonte: O Antagonista

Deixe um comentário