Itamaraty investiga passaporte brasileiro usado por Kim Jong-un

Itamaraty investiga passaporte brasileiro usado por Kim Jong-un

O ditador Kim Jong-un e seu pai e antecessor no comando da Coreia do Norte, Kim Jong-il, quem diria, nasceram em São Paulo. Pelo menos é o que dizem dois passaportes cuja origem está sendo investigada pelo Itamaraty após a agência Reuters publicar cópias dos supostos documentos brasileiros com fotos dos dois. Segundo a agência, os passaportes foram obtidos de forma fraudulenta e teriam sido utilizados pelo atual líder norte-coreano e seu pai, morto em dezembro de 2011, para tentar obter vistos e viajar a países ocidentais.

Anúncios
 As cópias às quais a Reuters teve acesso indicam que os dois passaportes foram emitidos em Praga, em 1996, e assinados por uma pessoa chamada Antonio J. M. de Souza e Silva. Naquele ano, o diplomata Antonio José Maria de Souza e Silva servia na embaixada do Brasil na cidade, onde ficou entre 1993 e 1997. Atualmente, ele é embaixador em Yangon, capital de Mianmar. A embaixada da Coreia do Norte no Brasil, por sua vez, se recusou a comentar o caso.

 

Deixe um comentário