Você está visualizando atualmente Lula ecoa Hamas e acusa Israel de “matar inocentes sem critério”

Lula ecoa Hamas e acusa Israel de “matar inocentes sem critério”

Lula ecoa Hamas e acusa Israel de “matar inocentes sem critério”

Lula ecoou o grupo terrorista Hamas nesta segunda-feira, (13), ao dizer que as Forças de Defesa de Israel (IDF) “estão matando inocentes sem nenhum critério”. O presidente brasileiro comentou o assunto durante cerimônia de sanção do projeto de lei que atualiza a Lei de Cotas.

“A solução do Estado de Israel é tão grave quanto foi a do Hamas, porque eles estão matando inocentes sem nenhum critério. Joga bomba onde tem criança, onde tem hospital, a pretexto de que é um terrorista está lá, não tem explicação”, comentou.

Mas a explicação existe.

As FDI anunciaram hoje a eliminação de 21 terroristas do Hamas no entorno do Hospital Al-Quds, na Cidade de Gaza. Ontem, a União Europeia condenou o Hamas por utilizar “hospitais e civis como escudos humanos em Gaza.

Como mostramos, são os terroristas do Hamas que se escondem e disparam contra Israel a partir de áreas de hospitais e escolas, usando o povo palestino como escudo humano, enquanto as tropas israelenses buscam evacuá-las antes dos bombardeios. Nenhum hospital foi atacado pelas Forças de Defesa de Israel até o momento.Para falar em mortes de crianças, Lula vem se baseando em números plantados na imprensa e na ONU pelo “Ministério da Saúde de Gaza”, que é o Hamas. Para falar em bombardeio a hospital, Lula se baseia em narrativas do Hamas também plantadas na imprensa, parte da qual já até se retratou por isso.

Este é o mesmo Lula que, quando confrontado sobre abusos concretos e verificados das ditaduras amigas, alega respeito à “autodeterminação dos povos” para ficar caladinho.

Brasileiros de Gaza

Lula também insinuou que faltou “boa vontade” de Israel para liberar os brasileiros que estavam tentando sair de Gaza desde o início da reação israelense aos ataques do Hamas. “Nós estamos trazendo o que foi possível liberar, com muito sacrifício, porque dependia da boa vontade de Israel, dependia de uma quantidade de pessoas que a gente não sabia”, disse.

Não há qualquer evidência disso. O Egito fechou a fronteira por determinado período, porque descobriu que terroristas do Hamas tentaram entrar no país fazendo-se passar por civis feridos em ambulâncias. Segundo a Embaixada de Israel no Brasil, quem impediu a saída dos brasileiros na semana passada foi o Hamas.

Fonte: O Antagonista

Deixe um comentário