Lula sobre ‘motociata’: ‘Bolsonaro junta milicianos e parece provocação’

Lula sobre ‘motociata’: ‘Bolsonaro junta milicianos e parece provocação’

Lula sobre ‘motociata’: ‘Bolsonaro junta milicianos e parece provocação’

O ex-presidente Lula (PT) criticou hoje a ‘motociata’ organizada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em São Paulo. Na avaliação de Lula, o ato é irresponsável.

Anúncios

‘Ele junta os milicianos dele, muita gente não tem máscara, e parece que faz de provocação. É um problema da responsabilidade dele e eu não vou agir desse jeito”.

A declaração foi dada após o encontro de aproximadamente três horas do ex-presidente com ao menos 21 lideranças de favelas e movimentos sociais de juventude do Rio de Janeiro.

Durante o evento, Lula avaliou que havia até “gente demais” na sala, que reuniu também alguns políticos, assessores e equipe, mas julgou a reunião como necessária para “pensar numa nova forma de fazer Segurança Pública”.

Ao responder o questionamento do UOL, criticou o fato de Bolsonaro ir às ruas.

“Eu estou evitando ir para rua porque não quero mostrar gesto de irresponsabilidade. Eu não tenho que me preocupar com a minha pessoa, mas com o povo brasileiro”, disse.

Hoje já é o terceiro dia que Lula se encontra com lideranças políticas e sociais do Rio de Janeiro.

Na quinta-feira, ele se reuniu com lideranças da esquerda, como o deputado federal Marcelo Freixo, que migrou do PSOL para o PSB, o deputado federal Alessandro Molon (PSB) e a deputada Jandira Feghali (PC do B).

Ontem, o encontro foi com o prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD), o deputado federal Rodrigo Maia (DEM) e o presidente da OAB, Felipe Santa Cruz. Na ocasião, Lula ouviu de Paes que, por enquanto, defende que Santa Cruz seja candidato da “frente ampla” na disputa pelo governo do Rio de Janeiro.

Lula, no entanto, tem estado com Freixo já antes da visita ao Rio de Janeiro. Hoje, com as lideranças comunitárias, o tema principal foi Segurança Pública e o deputado federal também esteve presente na mesa. O tema é a principal bandeira politico-eleitoral de Freixo.

Mesmo sem ter batido o martelo sobre qual nome apoiará na disputa para governador do Rio de Janeiro, Lula diz se agradar com os nomes de Santa Cruz e Freixo.

“É uma felicidade enorme saber que já se apresentam dois candidatos de qualidade imensa. É uma diferença para muitos outros anos do Rio”.

Fonte: UOL

Deixe um comentário