Você está visualizando atualmente Mandetta não abrirá mão do seu ‘senso de responsabilidade’ com o Brasil

Mandetta não abrirá mão do seu ‘senso de responsabilidade’ com o Brasil

Mandetta não abrirá mão do seu ‘senso de responsabilidade’ com o Brasil

Apesar das divergências com o presidente Jair Bolsonaro, diante das medidas preventivas em combate ao coravírus, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse a aliados nos últimos dias que não pretende deixar o cargo.

Segundo pessoas de sua confiança, o titular da Saúde tem “senso de responsabilidade” e não pedirá demissão para ser substituído por um ‘‘pau mandado’’ de Bolsonaro. O ministro não colocará a perder todo o trabalho realizado até agora em combate ao Covid-19.

Mandetta, porém, indicou que pedirá “boné” caso o presidente ‘’bata o pé’’ e diga que o ministro terá que seguir todas as diretrizes determinadas por Bolsonaro. “Mandetta sabe o que pode acontecer nesse caso e não vai esperar a bomba explodir no colo dele’’ disse um aliado do DEM, cuja a sigla é do partido do Ministro.

O principal ponto de tensão entre o presidente e o ministro é a questão do isolamento da população. Desde terça-feira, 24, Bolsonaro vem defendendo o fim imediato da quarentena. Mandetta é contra, embora tenha suavizado o discurso ontem e defendido que “temos que melhorar esse negócio de quarentena”.

Segundo aliados, Mandetta busca uma solução “negociada” com Bolsonaro. Como médico e ministro, porém, não abre mão do “controle da estratégia” das ações de combate ao vírus. Até ontem o vírus já tinha infectado ao menos 2.433 pessoas e provocado 57 mortes no Brasil.

Fonte: Crusoé

Deixe um comentário