Ministério da Saúde confirma primeiro caso de reinfecção por Covid-19 no Brasil

Ministério da Saúde confirma primeiro caso de reinfecção por Covid-19 no Brasil

Ministério da Saúde confirma primeiro caso de reinfecção por Covid-19 no Brasil

O Ministério da Saúde confirmou nesta quinta (10) o primeiro caso de reinfecção por Covid no Brasil. A pasta afirmou que uma médica de 37 anos de Natal foi infectada em junho e, novamente, em outubro – 116 dias após o primeiro diagnóstico.

A identificação foi feita pelos governos do Rio Grande do Norte e também da Paraíba, local em que a mulher também trabalha.

A Secretaria de Estado de Saúde Pública afirmou que o primeiro caso de reinfecção foi confirmado através da metodologia da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), de sequenciamento genético, que mostrou que a médica foi infectada por duas linhagens diferentes do vírus. “Foi constatada a presença de linhagens distintas do vírus nas amostras coletadas, o que confirma o primeiro caso de reinfecção do país”, diz o texto.

Ainda, a secretaria ressaltou que hoje no Rio Grande do Norte, há nove casos de possíveis reinfecções notificados, “sendo um confirmado, cinco em investigação e três com inviabilidade de análise”.

O caso vinha sendo investigado desde o dia 23 de outubro, quando o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde do Rio Grande do Norte (CIEVS-RN) recebeu uma notificação sobre a suspeita de reinfecção.

Anúncios

“A paciente, residente do município de Natal, 37 anos, é profissional de saúde em serviços no Rio Grande do Norte e na Paraíba. Ela apresentou um quadro de síndrome gripal (cefaleia, dor abdominal e coriza) em 17 de junho de 2020 e coletou amostra para um teste de RT-PCR no Estado da Paraíba em 23 de junho de 2020, tendo resultado positivo”, diz a nota.

Segundo o CIEVS-RN, em 11 de outubro de 2020, a paciente voltou a apresentar um quadro de síndrome gripal (incluindo fraqueza, dores musculares, dores de cabeça e distúrbios gustativos e olfativos). Em um novo teste, em 13 de outubro, também foi constado o resultado positivo.

“O Governo Federal está buscando o mais rápido possível a vacina confiável, segura e aprovada pela Anvisa, para que todos os brasileiros que desejarem possam ser imunizados”, diz o texto.

Nesta terça-feira (9), durante uma reunião na Câmara, o governo federal prometeu agilidade na aquisição de vacinas e uma nova possibilidade, que poderia colocar a vacinação em prática, surgiu: ao usar a apelidada “Lei Covid” (n° 14.006/de 28 de maio de 2020) de base, seria possível usar da vacina no Brasil se o imunizante tiver o aval de uma agência sanitária no exterior, sem depender de uma aprovação nacional.

Depois disso, na quarta-feira (9), Eduardo Pazuello, ministro da Saúde, afirmou que a vacinação contra a Covid-19 no Brasil pode começar em dezembro ou no início do ano que vem, entre janeiro e fevereiro.

Fonte: InfoMoney

Deixe um comentário