Você está visualizando atualmente Musk aumenta pressão sobre o governo ao reduzir preço da Starlink e oferecer internet grátis a escolas

Musk aumenta pressão sobre o governo ao reduzir preço da Starlink e oferecer internet grátis a escolas

Musk aumenta pressão sobre o governo ao reduzir preço da Starlink e oferecer internet grátis a escolas

O empresário Elon Musk aumentou a pressão sobre o governo em meio às críticas ao Judiciário brasileiro reveladas pelos “Twitter Files” e decidiu reduzir o preço cobrado pelo serviço de internet oferecido pela Starlink – de propriedade dele – e prometeu dar acesso à rede de graça em escolas públicas se o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) romper os contratos que têm com a empresa.

As duas iniciativas foram anunciadas na noite de segunda (8) e são mais um passo na ofensiva do bilionário contra as restrições impostas pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), a determinados perfis de brasileiros na rede social X, iniciada no último sábado (6).

A redução do preço do serviço da Starlink, por exemplo, visa aumentar a base de clientes da empresa no Brasil oferecendo um desconto de 50% para o kit de acesso à internet via satélite. A promoção inundou a rede X de anúncios desde a noite de segunda (8), oferecendo uma mensalidade de R$ 184 mais o equipamento no valor de R$ 1 mil.

Já o acesso gratuito à internet por escolas públicas – principalmente na região amazônica, onde a conexão é mais remota – será oferecido caso o governo cancele os contratos que têm com a Starlink. Um levantamento da BBC News Brasil mostra que 90% das cidades dos estados da Amazônia Legal utilizam o serviço da empresa.

Os contratos com a Starlink foram firmados ainda durante o governo do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e compreende cerca de 19 mil escolas de áreas rurais do país, além de monitorar o desmatamento e os incêndios ilegais na Amazônia. Há a expectativa de que, com a ofensiva de Musk contra o Judiciário brasileiro, o governo reavalie os negócios que têm com a empresa.

Ainda nesta terça (9), Lula cutucou Musk durante uma cerimônia no Palácio do Planalto voltada exatamente a uma iniciativa ambiental para a Amazônia.

Ele afirmou que “tem até bilionário tentando fazer foguete, fazer viagem, pra ver se encontra algum espaço lá fora, não tem. Ele vai ter que aprender a viver aqui, vai ter que utilizar o muito do dinheiro que ele tem para ajudar a preservar o que tem aqui, a melhorar a vida das pessoas”, disse em referência à empresa SpaceX, também de Musk, que lançou no ano passado uma iniciativa para, no futuro, levar humanos ao planeta Marte.

Deixe um comentário