You are currently viewing Novo presidente da Petrobras já criticou “populismo tarifário”

Novo presidente da Petrobras já criticou “populismo tarifário”

Novo presidente da Petrobras já criticou “populismo tarifário”

Adriano Pires, escolhido por Jair Bolsonaro para comandar a Petrobras, costumava fazer críticas ao “populismo tarifário” usado para conter a alta nos preços dos combustíveis.

Anúncios

A prática foi implementada durante governos petistas e passou a ser defendida por Bolsonaro, diante da alta no preço do barril de petróleo.

Em entrevista a Duda Teixeira na Crusoé, em julho do ano passado, Pires não apenas condenou com veemência a prática que Bolsonaro ensaia adotar agora, como falou sobre os efeitos de equívocos cometidos na administração do setor de energia sobre desempenhos eleitorais.

O novo presidente da estatal afirmou na época que Bolsonaro poderia acabar enveredando para o populismo.

“A grande diferença entre Dilma e Bolsonaro é que ela fez populismo tarifário. Bolsonaro, por enquanto, não está sendo populista. Ele tem tentado equilibrar a oferta e a demanda, com tarifas muito altas. Até quando vai ser assim, eu não sei. É importante ter em mente que, em 2014, Dilma quase quebrou a Eletrobras e a Petrobras para ter luz e gasolina baratas. Foi com isso que ela se reelegeu. Bolsonaro tem eleições pela frente no ano que vem.”

Fonte: O Antagonista

Deixe um comentário