Obama, Bush e Clinton se oferecem para tomar vacina contra Covid-19 diante das câmeras

Obama, Bush e Clinton se oferecem para tomar vacina contra Covid-19 diante das câmeras

Obama, Bush e Clinton se oferecem para tomar vacina contra Covid-19 diante das câmeras

Três ex-presidentes dos EUA, Barack Obama, George W. Bush e Bill Clinton, se ofereceram para tomar a vacina contra a Covid-19 diante das câmeras assim que houver alguma disponível nos Estados Unidos. O objetivo é aumentar a confiança da população no imunizante.

Anúncios
“Eu prometo que quando estiver disponível para pessoas que correm menos risco, eu irei tomar”, disse Obama durante uma entrevista ao apresentador de rádio Joe Madison, que foi ao ar nesta quinta-feira (3). “Eu posso acabar sendo vacinado na TV ou sendo filmado para que as pessoas saibam que eu confio na ciência e o que eu não arrisco é ser infectado pela Covid”, afirmou.

Obama também disse entender porque há uma resistência por parte de algumas minorias, algo já alertado por especialistas, que foram mais afetadas pela pandemia. Ele relembrou acontecimentos históricos, como os abusos que ocorreram durante 40 anos no estudo da Tuskegee, quando pesquisadores observaram homens negros com sífilis sem notificá-los do diagnóstico ou tratá-los.

“Eu entendo porque, historicamente, a comunidade dos afro-americanos teria algum ceticismo. Mas o que importa é que vacinas são a razão de não termos mais poliomielite, são a razão de não termos mais um monte de crianças morrendo por sarampo, varíola e outras doenças que dizimavam populações e comunidades inteiras.

Deixe um comentário