Pastor Valdemiro é condenado a pagar R$ 35 mil a governador da Bahia

Pastor Valdemiro é condenado a pagar R$ 35 mil a governador da Bahia

Pastor Valdemiro é condenado a pagar R$ 35 mil a governador da Bahia

Anúncios

Valdemiro Santiago, pastor da Igreja Mundial do Poder de Deus, foi condenado a pagar R$ 35 mil ao governador da Bahia, Rui Costa, por danos morais. O religioso teria dito que o gestor estadual “fez pacto com o capeta”, por causa das medidas adotadas de combate à pandemia da Covid-19.

A afirmação de Valdemiro teria sido registrada durante um programa de televisão, que foi transmitido no dia 24 de março de 2020. O pastor criticou Rui Costa pelas medidas de restrição adotadas para evitar a proliferação do coronavírus. Entre as medidas anunciadas, estava a proibição do funcionamento das igrejas.

A decisão foi assinada pela juíza de direito Indira Fábia dos Santos Meireles, da 1ª Vara Cível e Comercial de Salvador.

Valdemiro refutou as alegações de Rui Costa afirmando que não direcionou a ofensa ao governador. Ele também alegou que possui liberdade de expressão, e requereu a improcedência dos pedidos.

Na decisão, a juíza afirmou que “não há de prosperar qualquer dessas alegações. A uma, que não é preciso ser nenhum expert para vislumbrar que, a todo momento em seu programa, o que fora dito pelo requerido foi sim, direcionado ao Governador da Bahia, ora autor desta demanda”.

O pastor foi condenado a pagar a indenização de R$ 35 mil, com juros de mora de 1% ao mês e correção pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) a partir da publicação da sentença, bem como a arcar com os honorários advocatícios, fixando-os em 15% sobre o valor da condenação.

Deixe um comentário