Pré-candidatura de Joaquim Barbosa desagrada candidatos regionais do PSB

Pré-candidatura de Joaquim Barbosa desagrada candidatos regionais do PSB

A filiação de Joaquim Barbosa ao PSB e sua possível candidatura à Presidência da República, turbinada pelo que considerou um resultado “muito bom” nas pesquisas de intenção de voto, trouxe complicações para dentro da cúpula do partido.

O lançamento da campanha presidencial do ex-ministro do STF está longe de ser uma opinião unânime na sigla. Governadores e políticos regionais de São Paulo e do Nordeste, principalmente, preferem trabalhar livremente nas alianças locais –o que inclui, eventualmente, apoiar outro candidato a presidente em troca de auxílio no pleito local.

A possível candidatura de Joaquim Barbosa destrói esses conchavos. Os candidatos a deputado, senador e governador pouco se importam se o partido terá ou não 1 nome próprio na corrida presidencial. Estão preocupados apenas com suas próprias candidaturas.

Agora, a cúpula do PSB estuda maneiras de convencer diretórios regionais a apoiar a candidatura do ex-ministro do STF. Quer liberar os candidatos estaduais a participar de atos com seus postulantes à Presidência preferidos. Oficialmente, porém, a foto de campanha seria ao lado do possível candidato do PSB.

 

Deixe um comentário