Prefeito de cidade mineira apela ‘Se tiver cilindro vazio, nos empreste’

Prefeito de cidade mineira apela ‘Se tiver cilindro vazio, nos empreste’

Prefeito de cidade mineira apela ‘Se tiver cilindro vazio, nos empreste’

A cidade de Monte Carmelo, localizada no Triângulo Mineiro, enfrenta uma crise de desabastecimento de insumos devido à alta no número de casos da covid-19. Nas redes sociais, o prefeito Paulo Rocha (PSD) fez um apelo nas para receber cilindros de oxigênio vazios que pudessem atender aos pacientes do novo coronavírus que estão internados na cidade, que tem cerca de 48 mil habitantes.

Anúncios

“Estamos com problema no fornecimento do equipamento. Gastamos 54 cilindros por dia, o consumo é além da capacidade. Se você tiver cilindro vazio, por favor, nos empreste para fornecer oxigênio para as pessoas que estão internadas”, disse o prefeito em uma live que foi transmitida na noite deste sábado (13).

De acordo com o último boletim epidemiológico emitido pela cidade na última quinta-feira (11), foram registradas 33 mortes por covid-19 em Monte Carmelo e 1.656 casos da doença confirmados.

A cidade chegou no limite de atendimento, mas o prefeito alegou que ainda não pode falar em ‘colapso’ porque outros municípios estão cooperando com Monte Carmelo. “Mas, infelizmente chegou onde a gente não queria que chegasse. A gente vem falando dessa situação há um ano, pedindo a colaboração da população sobre essa doença terrível que está matando muitas pessoas da nossa cidade”, esclareceu.

Apenas um leito estava disponível no dia em que o boletim foi lançado e por falta de estrutura, pacientes infectados pelo novo coronavírus passaram a ser transferidos para outras cidades.

“Não tem como mais a gente em Monte Carmelo, hoje, receber nenhum paciente mais. Não temos condições de intubar nenhum paciente. A nossa UTI mesmo com os leitos que nós abrimos, transformamos leitos de internação em semi-uti. Os pacientes internados estão evoluindo muito rápido. Nós estamos no pico máximo, no teto. Não temos condições mais de dar um atendimento digno para nossa população.”

Nas últimas semanas, os pacientes de Monte Carmelo foram enviados para cidades como Montes Claros, Pirapora e para a capital do estado, Belo Horizonte. De hoje para amanhã, entre quatro e oito pacientes serão encaminhados para Divinópolis, segundo o prefeito.

Fonte: UOL

Deixe um comentário