Prévias do PSDB podem ser suspensas devido a problemas em aplicativo

Prévias do PSDB podem ser suspensas devido a problemas em aplicativo

Prévias do PSDB podem ser suspensas devido a problemas em aplicativo

Anúncios

A instabilidade no aplicativo para registro de votos das prévias do PSDB se mantém na tarde deste domingo, e a divulgação do resultado final deve ser adiado mais uma vez — mais cedo, passou das 15h para 18h. Os governadores do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, e de São Paulo, João Doria, estão reunidos neste momento com o presidente da sigla, Bruno Araújo, para decidir que rumo tomar.

Tanto o grupo de Doria quanto o de Leite já propuseram ampliar o tempo de votação, o que pode estender o processo até a madrugada desta segunda-feira.

Apoiador de Leite, o deputado Paulo Abi Ackel, presidente do diretório de Minas Gerais, foi além e afirmou que os problemas no sistema podem “inviabilizar” o “legítimo direito ao voto”. Mais ponderado, o governador gaúcho elencou a suspensão das prévias como uma “possível solução”.

“A partir da evolução, tomar a decisão sobre o melhor encaminhamento, se é suspensão, prorrogação, adiamento. Essa solução deve vir a partir de um relatório técnico”, disse Leite.

Formalmente, o diretório do Rio Grande do Sul já pediu uma reunião com a Executiva Nacional do PSDB para avaliar os problemas no sistema.

Há pouco, Doria anunciou em suas redes sociais que deixou o Centro de Convenções Ullysses Guimarães, onde ocorre as prévias, para ir à sede do partido, onde foi montado um bunker para acompanhar o resultado das eleições internas.

“Queremos prévias, lisura e que todos os filidaos cadastrados tenham direito ao voto!”, publicou Doria, nas redes sociais.

Segundo dirigentes tucanos, a instabilidade maior ocorreu na ferramenta de reconhecimento facial do aplicativo, que atesta se o filiado que está votando é ele mesmo. Filiados receberam a informação de que a o aplicativo desenvolvido pela Fundação de Apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul não obteve as licenças suficientes para fazer a certificação de todos os votantes.

A reportagem do O Globo acompanhou uma conversa entre o deputado federal Lucas Redecker (PSDB-RS), da coordenação de Leite, e o deputado estadual Cauê Macris (PSDB-SP), do time de Doria, sobre a possibilidade de reunir as duas equipes para chegar a uma solução. Por enquanto, a mais provável das hipóteses aventadas é prorrogar por mais tempo a votação.

“Se as pessoas não estão conseguindo registrar o voto. É melhor ampliar esse tempo de votação até amanhã”, disse Redecker.

A vereadora Patrícia Bezerra (PSDB) está tentando registrar o seu voto no aplicativo há seis horas – e ainda não conseguiu. – Está sendo um teste de paciência. Fizeram uma tecnologia para melhorar o processo, mas só piorou. Toda vez que eu coloco o segundo código de verificação volta à tela inicial – disse ela.

Inicialmente, a votação, que começou às 7 horas, deveria se encerrar às 15 horas. Depois, diante das primeiras falhas, o processo foi prorrogado para até as 18 horas.

Deixe um comentário