Você está visualizando atualmente Teich criticou a tese do ‘tratamento precoce’ e que prescrição de cloroquina é um erro, mas não é crime

Teich criticou a tese do ‘tratamento precoce’ e que prescrição de cloroquina é um erro, mas não é crime

Teich criticou a tese do ‘tratamento precoce’ e que prescrição de cloroquina é um erro, mas não é crime

O ex-ministro da Saúde Nelson Teich criticou para a CPI da Pandemia a tese do “tratamento precoce” defendida pelo presidente Jair Bolsonaro.

“O problema que eu vejo em relação a você liberar medicamentos de uma forma indevida é que você não sabe como eles vão ser usados. Você não sabe se a dose vai ser alta, você não sabe como isso vai acontecer no dia a dia. Até para proteger a sociedade, você tem que ter cuidado”, disse Teich.

“A autonomia médica assume que todo médico tem o conhecimento máximo sobre tudo o que ele faz. Se isso não é verdade, a autonomia médica tem que ser avaliada e acompanhada. Quando você permite que uma pessoa utilize de forma inadequada os recursos, de alguma forma você pode estar prejudicando a sociedade”, complementou.

Teich afirmou ainda que a prescrição de cloroquina é um erro do ponto de vista médico. Mas não chega a ser um ato criminoso.

“Em relação à parte ética, essas pessoas acreditam no que estão fazendo, mas a minha impressão é que a prescrição é inadequada. Na minha opinião seria mais uma questão em relação à competência do que uma coisa criminal”, afirmou o ex-ministro.

Fonte: O Antagonista

Deixe um comentário