You are currently viewing TSE limita a R$ 88,9 milhões gasto eleitoral para campanha presidencial em 2022

TSE limita a R$ 88,9 milhões gasto eleitoral para campanha presidencial em 2022

TSE limita a R$ 88,9 milhões gasto eleitoral para campanha presidencial em 2022

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou nesta terça-feira (19) os limites dos gastos de campanhas eleitorais neste ano. A Corte manteve os limites previstos em 2018, ajustados apenas pela inflação no período.

Anúncios

Desta maneira, de acordo com o TSE, as campanhas para presidente poderão gastar R$88,944 milhões no primeiro turno – além de outros R$ 44,472 milhões extras para os que chegarem a um eventual segundo turno.

Nos estados, os valores destinados às campanhas de governadores serão proporcionais ao estado. Em unidades com menor população, como Acre e Amapá, os governadores que chegarem ao segundo turno terão R$ 5,3 milhões disponíveis para sua campanha, enquanto São Paulo, o mais populoso, terá um teto de R$ 40 milhões em condições semelhantes.

Para senadores, a lógica se mantém: candidatos do Acre, Amapá, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Roraima, Sergipe e Tocantins terão R$ 3,17 milhões em limite de gastos. Os postulantes ao mesmo cargo em São Paulo disporão de R$ 7,1 milhões em limites.

Para deputados federais, o limite é idêntico a todos os estados, de R$ 3,17 milhões. Deputados estaduais e distritais só poderão gastar até R$ 1,27 milhão em todas as 26 unidades da federação e no Distrito Federal.

Fonte: O Antagonista

Deixe um comentário