Alfredo pede investigação contra Nicolau por suposta ‘instrumentalização’ da Samel

Alfredo pede investigação contra Nicolau por suposta ‘instrumentalização’ da Samel

Alfredo pede investigação contra Nicolau por suposta ‘instrumentalização’ da Samel

Anúncios

A Coligação Trabalho Bom Merece Continuar, encabeçada por Alfredo Nascimento (PL), pediu investigação contra Ricardo Nicolau (PSD), George Lins (PP) e a empresa Samel por suposta instrumentalização do grupo hospitalar para “alavancar as candidaturas” dos dois aos cargos de prefeito e vice-prefeito.

Na sexta-feira, 16, a juíza Margareth Rose Cruz Hoagen, da 1ª Zona Eleitoral de Manaus, considerou a “gravidade dos fatos narrados” e mandou os candidatos da Coligação Pra Voltar a Acreditar e a empresa se manifestarem quanto ao pedido de investigação. Os três representados tinham até às 23h59 do último sábado (17), para responder.

Os advogados de Nascimento apresentaram uma AIJE (Ação de Investigação Judicial Eleitoral), que é utilizada para pedidos de abertura de investigação judicial e que pode enquadrar os políticos como inelegíveis, tendo como pano de fundo suposto abuso de poder praticado pelos candidatos e pela empresa.

Capsula Vanessa

No programa eleitoral da coligação Pra Voltar a Acreditar veiculado última quarta-feira, 14, Nicolau fala sobre a Capsula Vanessa, uma cabine que evita a intubação de pacientes com Covid-19, e apresenta a administradora Vanessa Xavier, a primeira paciente curada com o método de ventilação não invasiva elaborado pelo grupo Samel.

No vídeo, o candidato do PSD afirma que a capsula salvou mais de 1 mil vidas e que outros seis estados e “quase todos os municípios do Amazonas” receberam o equipamento. Ao pedir voto dos manauaras, Nicolau volta a citar a Samel e afirma que é com “soluções simples para problemas complexos” que ele pretende governar Manaus.

“Na Samel nós criamos uma capsula de ventilação simples, capaz de oferecer um tratamento eficiente aos infectados pela Covid. A capsula foi referência no Brasil e no mundo. E é assim, com soluções simples para problemas complexos, que pretendo governar Manaus”, afirma Nicolau.

O outro lado

De acordo com o portal Amazonas Atual, a Coligação Pra Voltar a Acreditar afirmou não há qualquer ato ilícito, o que restará provado no decorrer da instrução processual. “Ricardo Nicolau e George Lins estão neste momento nos bairros de Manaus ouvindo moradores e discutindo soluções para a cidade. E assim continuarão durante todo o processo eleitoral”, diz trecho de nota.

A coligação também afirma que a Samel “é uma empresa 100% particular, tendo o candidato Ricardo Nicolau como diretor do grupo há quase 30 anos”. “Não é possível contar sua trajetória de vida sem citar sua gestão na empresa que pertence a sua família. Ilícito seria utilizar a estrutura do poder público a serviço eleitoral”, disse a coligação.

Para Nicolau e George, a representação demonstra o suposto desespero de Alfredo com o crescimento da candidatura dos dois nas pesquisas eleitorais. Ao final da nota, a chapa faz o seguinte questionamento ao candidato do PL: “Onde o senhor candidato da coligação Trabalho Bom Merece Continuar estava no auge da pandemia em Manaus?”.

Deixe um comentário