Deputado Fausto Jr. ressalta informações do Ministério da Saúde sobre combate à COVID-19

Deputado Fausto Jr. ressalta informações do Ministério da Saúde sobre combate à COVID-19

Deputado Fausto Jr. ressalta informações do Ministério da Saúde sobre combate à COVID-19

Os avanços do governo federal no combate à pandemia do coronavírus foram apresentados hoje (12) pelo deputado estadual Fausto Jr (PRTB), durante reunião na Assembleia Legislativa do Amazonas.

Com relatório produzido pelo Ministério da Saúde, Fausto lamentou que os investimentos realizados pelo governo federal não sejam divulgados pelos grandes veículos de comunicação.

O deputado destacou os quase nove mil aparelhos de ventilação hospitalar adquiridos pelo ministério e enviados aos hospitais em todos os Estados do País. “No Amazonas, todos os municípios já possuem aparelho de ventilação, bem diferente do começo da pandemia, no mês de março”, comparou.

Fausto Jr. também citou o envio de mais de R$ 63,4 bilhões aos Estados e municípios para apoiar ações de Saúde. “O governo liberou recursos para todos os Estados e municípios, que conseguiram comprar medicamentos, testes rápidos e executar suas políticas de combate ao Covid-19”, ressaltou.

Outro dado importante foi a distribuição de exames para o coronavírus. Segundo o deputado, até o último domingo (09) foram distribuídos 13,3 milhões de testes de diagnóstico. “Infelizmente, isso não é mostrado pelos grandes jornais e emissoras de TV”, ironizou o parlamentar

O auxílio emergencial pago pelo governo também foi lembrado pelo depuado. De acordo com balanço divulgado pela Caixa Econômica Federal, o auxílio chegou a R$ 151,4 bilhões de brasileiros.

Foram beneficiadas quase 66 milhões de pessoas, com a transferência de parcelas de R$ 600 a R$ 1.200, informou a CEF.

“Se forem levadas em consideração as pessoas beneficiadas indiretamente, como familiares, o número chega a 126,2 milhões de brasileiros”, revelou o deputado.

De acordo com o deputado, é graças ao pagamento do governo federal que a economia continua girando em pequenos municípios. “O setor comercial continua funcionando graças ao benefício social. Nas pequenas cidades, esse dinheiro garantiu que as lojas continuassem abertas, mesmo com a crise do coronavírus”, concluiu Fausto Jr.

Deixe um comentário