Você está visualizando atualmente Primeiro-ministro francês anuncia renúncia

Primeiro-ministro francês anuncia renúncia

Primeiro-ministro francês anuncia renúncia

O primeiro-ministro francês, Gabriel Attal, anunciou que apresentará o pedido de renúncia do cargo nesta segunda-feira (8). Em discurso, ele reconheceu que seu bloco “não obteve maioria nesta noite”.

Aliado do presidente Emmanuel Macron, o premiê afirmou que continuará a desempenhar suas funções “pelo tempo que for preciso”.

Disse ainda que o parlamento francês estará mais forte depois das eleições legislativas e que nenhuma maioria poderá ser formada por “partidos extremistas” na França.

“Está noite, a formação política que eu representei nessa campanha, embora tenha realizado um escore três vezes superior ao que foi previsto na última semana, não dispõe de uma maioria. Assim, fiel à tradição republicana e conforme meus princípios, apresentarei amanhã de manhã minha demissão ao presidente da República.”

A coalizão de esquerda Nova Frente Popular (NFP) tornou-se o maior bloco parlamentar no país, com cerca de 184 assentos, seguido pela coalizão de Macron, com cerca de 156 cadeiras, e pela antes favorita Rassemblement National (RN), de Marine Le Pen, com até 141 deputados, segundo o instituto Ipsos.

O extremista Jean-Luc Mélenchon, líder do partido França Insubmissa, maior integrante da aliança de esquerda Nova Frente Popular, afirmou mais cedo, após os resultados das primeiras projeções das eleições legislativas na França, que Macron “tem de se curvar e aceitar a derrota”.

“Conseguimos um resultado que nos disseram ser impossível. É um grande alívio para uma grande parte do país”, disse.

E acrescentou: “Nenhum acordo seria aceitável. A derrota do presidente da República e da sua coligação está claramente confirmada. […] O primeiro-ministro tem de sair. O presidente deve convocar a Nova Frente Popular para governar.”

Fonte: O Antagonista

Deixe um comentário